Mercedes quer desistir dos híbridos ‘Plug-In’! Porquê

A Mercedes também faz parte da revolução elétrica do mundo automóvel, no entanto, a sua estratégia parece estar a mudar… É que a gigante Alemã não parece ver muito futuro nos carros híbridos, especialmente nos cada vez mais populares modelos ‘Plug-In’! Que muito resumidamente, são carros a combustão, capazes de fazer uma série de Kms puramente elétricos, graças a um motor elétrico e uma bateria de pequenas dimensões. São também carros capazes de juntar os dois motores, para chegar a níveis de potência muito interessantes.

Um bom exemplo disto mesmo, é o Mercedes Class A 250e, que tem sido um sucesso um pouco por todo o mundo. (Tenho um em casa!)

Mas vamos perceber o que se está a passar.

Mercedes quer desistir dos híbridos ‘Plug-In’! Porquê

Mercedes quer

Portanto, após um grande leque de carros apresentados no Salão de Munique, tudo indica que a Mercedes quer começar a dizer adeus ao desenvolvimento de novos sistemas híbridos plug-in.

Quem o disse foi o Chefe de Desenvolvimento da Daimler, Markus Schäfer, afirmando que não existe futuro na tecnologia, e por isso, não existe qualquer interesse por parte da Mercedes.

Aliás, o executivo deixou muito claro que não existem quaisquer planos para novos desenvolvimento, dizendo “Os investimentos já foram feitos, agora, estamos a utilizar as tecnologias.”

Curiosamente, não é apenas a Mercedes a desistir das motorizações híbridas!

Outras fabricantes também pensam de uma forma muito similar, olhando para estas motorizações como demasiado complexas, e na verdade, com demasiados encargos para os consumidores. (Encargos? Sim! São carros tradicionalmente mais caros, e a manutenção da unidade a combustão num carro híbrido, é exatamente a mesmo que podemos encontrar num carro “normal”)

A lógica é muito simples! Um veículo híbrido plug-in conta com duas unidades de propulsão, uma elétrica e outra a combustão. Por isso, como deve imaginar, fazer com esses sistemas trabalhem em conjunto será sempre mais caro e complexo do que desenvolver um carro exclusivamente elétrico. (Sendo também uma aposta com menos futuro!)

Ou seja, as fabricantes vão começar a olhar a 100% para os carros full elétricos, esquecendo os híbridos.

Contudo, isto não significa que os híbridos plug-in vão desaparecer já do mercado. Aliás, a própria Mercedes tem planos para lançar novos modelos Plug-In, com autonomias puramente elétricas já a tocar nos 100KM.

Entretanto, em 2022, a marca terá modelos 100% elétricos em todos os segmentos, enquanto que em 2025 todas as novas plataformas serão elétricas e o desenvolvimento e produção de baterias serão fortemente impulsionados na Europa. A marca alemã planeja vender somente carros elétricos a partir de 2030, com um porém: “quando as condições de mercado permitirem”.

 

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Últimos artigos

Sony prepara comando PlayStation para smartphones!

Foi descoberta uma nova patente da Sony Interactive Entertainment e revela o que parece ser um novo comando DualShock 4 para a PlayStation destinado...

Xiaomi Mi 12 e Xiaomi 12X estão a chegar: eis as especificações!

A Xiaomi tem novidades para apresentar no dia 12 de Dezembro. Entretanto os lançamentos, propriamente ditos, podem ocorrer a 16 ou 28 de Dezembro....

Esforço da Intel para Janeiro já sorriu para as câmeras! Mas cuidado

Como já dissemos várias vezes na Leak.pt, a atual gama de processadores Intel Core 12000 disponível no mercado, não equivale ainda ao poderio total...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!