Mensagens que desaparecerem chegam ao WhatsApp!

2020 vai ser um grande ano em vários aspetos. Novos smartphones, uma grande aposta nos dobráveis e muitas novidades a chegarem a diversas aplicações, desde o Instagram ao WhatsApp. Uma delas e que chega já no início deste ano ao WhatsApp são as mensagens auto-destrutivas.

Mensagens que desaparecerem chegam ao WhatsApp!

O WhatsApp já oferece a capacidade de apagar mensagens depois de as termos enviado. Isto é uma funcionalidade, sem dúvida, muito útil. Estamos de cabeça quente, enviamos uma mensagem que não queríamos e ainda temos tempo de nos arrepender. Isto, caso a outra pessoa não esteja agarrada ao smartphone para ver de imediato o que enviámos. Aí o mal está feito. No entanto a novidade que chega este ano é um pouco diferente. É uma nova funcionalidade de “mensagens que desaparecem” e já tinha sido localizada desde a versão 2.19.275 da aplicação para Android.

ao WhatsApp

Com base nas evidências encontradas nos ficheiros de instalação beta do WhatsApp, parece que as mensagens podem ser excluídas automaticamente após uma hora, um dia, uma semana, um mês ou um ano.

Isto vai estar disponível tanto em grupos como em conversas privadas.

No entanto há mais duas novidades importantes em 2020.

Fim do suporte para smartphones mais antigos

É provável que surjam alguns atrasos, no entanto se tudo correr como previsto o WhatsApp deve deixar de suportar muitos dispositivos Android e iOS mais antigos a partir do dia 1 de fevereiro de 2020.

Conforme explicado na página de Perguntas frequentes da aplicação, os dispositivos com sistemas operativos anteriores ao Android 2.3.7 ou iOS 8 vão perder o acesso ao WhatsApp. Ou seja, quem tem um iPhone 4 ou mais antigo ou um dispositivo Android anterior a 2011 vai deixar de poder instalar o WhatsApp da App Store do Google Play.

Pesquisa inversa de imagens

De acordo com o WABetaInfo, uma das novas funcionalidades a chegar em 2020 ao WhatsApp no Android pode ser uma ferramenta de pesquisa inversa de imagens. Na prática, vai ajudar as pessoas a descobrirem qual a verdadeira proveniência de uma imagem que receberam.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário