MediaTek confirma novos Xiaomi Redmi Note 8 com o Helio G90T


Por em

No passado mês de Julho, a MediaTek preparou um grande evento, onde lançou dois novos processadores! O Helio G90 e o Helio G90T. (Processadores que são a sua aposta para o Gaming.)

Dito isto, não muito tempo após a grande revelação, eis que de maneira muito curiosa… Tivemos a Redmi a revelar que iria colocar estes processadores num dos seus novos modelos.

Contudo, será a escolha certa para a Xiaomi? Colocar processadores MediaTek numa das suas gamas de smartphones com mais sucesso?

Ainda não conseguimos responder a esta questão. Afinal de contas, a MediaTek apostou forte e feio nos novos processadores. Um esforço enorme e necessário, para finalmente ganhar contra os processadores da mesma gama, por parte da Qualcomm.



Helio G90T

Ora bem, foi oficialmente confirmado pela MediaTek, que o (Xiaomi) Redmi Note 8 terá como base, o Helio G90T!

Contudo, tendo em conta as características dos processadores, podemos afirmar que o Redmi Note 8 Pro virá equipado com o Helio G90T. Isto, porque é esperado que o novo smartphone de gama média venha com um modulo com 4 câmeras traseiras, sendo o sensor principal de 64MP.

Afinal de contas, entre o Helio G90 e o G90T, apenas o Helio G90T tem a capacidade de suportar 64MP.



Soc Helio G90

Os novos MediaTek G90 e G90T surpreenderam quando postos à prova!

Aliás, após realizarem testes nas duas aplicações de benchmark mais conhecidas, o Geekbench e o Antutu. Foi garantido, que o novo Helio G90 de 12nm consegue ficar a par com o Kirin 810 da Huawei, bem como o Snapdragon 730 de 8nm. Algo que é realmente interessante, visto ser um processador focado na gama média.

Dito isto, vamos a especificações e a números

O Helio G90 inclui dois Cortex-A76 a 2GHz e seis Cortex-A55 também a 2GHz. Para, o gaming que é a aposta deste novo processador, traz equipado o ARM Mali G76 a 700MHz, capaz de suportar resolução 21:9, 60Hz, HDR10, 10GB de RAM LPDDR4X e armazenamento UFS 2.1.



O Helio G90T inclui também os dois Cortex-A76 mas a 2.05GHz e seis Cortex-A55 também a 2GHz. Contudo, a grande diferenças é o clock do ARM Mali G76 que passa dos 700 para os 800MHz. Isto quer dizer, quer este processador suporta tudo o mesmo que o seu irmão, mas a 90Hz.

Em suma, são mesmo dois óptimos processadores especialmente para o mercado dos smartphones de gama média algo que a Xiaomi teve sempre em olho. Ademais, oferecem muitas novas funcionalidades como dual Wi-Fi e muitas outras, saiba mais aqui.


Ademais, o que pensa sobre isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Leia também

Ou veja mais notícias de Android, Especiais, Featured

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Samsung Galaxy Fold 2: o concorrente de peso do RAZR 2019

A ‘velhinha’ Xbox 360 acabou de receber uma atualização!

Seguinte