Alerta: update de Maio do Windows 10 criou um novo problema!

A atualização de maio de 2020 do Windows 10, lançada no dia 27 de maio, acabou de criar mais um problema numa aplicação essencial. Falo em concreto da OneDrive que é utilizada por milhares de pessoas. Após a atualização para o Windows 10, versão 2004, as pessoas estão a queixar-se que já não conseguem aceder a ficheiros sincronizados com o OneDrive.

Update de Maio do Windows 10 criou um novo problema!

Os utilizadores referem que se sincronizarem os ficheiros com a ferramenta de backup na cloud da Microsoft antes de atualizarem para a versão de maio de 2020, vão deixar de conseguir aceder a esses ficheiros. Outros reclamam que o OneDrive não funciona depois de se aplicar esta atualização.

Maio Windows 10 Problema

A Microsoft já reconheceu que este problema é real e está a trabalhar numa correção, que será incluída na próxima atualização cumulativa.

Esta empresa também revelou que os dispositivos com certas aplicações instaladas também não se conseguem ligar ao OneDrive. Ou seja, este problema pode transformar-se numa grande dor de cabeça.

Quando isto acontece o Windows começa a mostrar a mensagem, o Onedrive não se consegue ligar ao Widnows. Já me aconteceu num mini-PC que tenho.

Felizmente, a Microsoft já começou a implementar uma correção temporária através da ferramenta integrada de solução de problemas. Assim, dependendo das configurações do sistema, esta ferramenta pode ser executada automaticamente.

Entretanto saiba que a Microsoft lançou recentemente duas atualizações de emergência que corrigem determinadas falhas de segurança nos sistemas operativos Windows 10 e Windows Server. Esta atualização chega apenas duas semanas antes do ciclo regular de atualizações à terça-feira.

Há duas novas atualizações de emergência!

De acordo com a Microsoft, as falhas não foram reveladas publicamente, portanto as hipóteses de exploração eram baixas, mas, independentemente disso, esta empresa apressou-se a corrigir as vulnerabilidades que afetavam ambas as plataformas, em vez de esperar pelo ciclo de atualização de 14 de julho. As falhas de segurança em questão foram rotuladas como CVE-2020-1425 e CVE-2020-1457, que permitem aos exploradores executar código arbitrário e assumir o controlo do computador afetado.

Pode ler mais sobre isto aqui.

Fonte

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Surpresa! Netflix renovou esta série para a segunda temporada!

Com o passar das várias semanas de cada mês, vamos recebendo cada vez mais projetos na Netflix. Sendo que os mesmos acabam por se...

Filme da Netflix paga milhões a L. DiCaprio e Jennifer Lawrence!

Tendo em conta que ainda este ano vamos receber vários filmes na Netflix, o melhor mesmo será revelar-lhe desde já um dos melhores a...

A Indústria Automóvel está a sofrer (muito) com a crise!

Como deve saber, a atual crise de produção de semicondutores afetou várias indústrias, como a dos smartphones, a de componentes para PCs, mundo dos...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!