A LG Electronics vai lançar o V50S ThinQ na Coreia do Sul na sexta-feira. O dispositivo é uma versão reformulada do LG G8X ThinQ e é o primeiro smartphone deste fabricante a mostrar a tecnologia Dual Screen.

LG V50S ThinQ chega à Coreia e prepara lançamento global

O LG V50S ThinQ possui um ecrã de 6,4 polegadas com uma resolução de 1080 x 2340 pixéis. Temos ainda uma proporção de 19,5:9. Entretanto o acessório de ecrã duplo também possui um painel de Full HD+ de 6,4 polegadas. Este smartphone vai buscar energia a um Snapdragon 855 que se junta a 8 GB de RAM. Temos também 256 GB de armazenamento interno.

LG V50S ThinQ

O V50S ThinQ possui uma configuração de câmera dupla na parte traseira. O sensor principal tem 12 megapixéis e conta com uma abertura de f/1.8. A ele junta-se um sensor de 13 megapixéis com uma abertura de f/2.4. Entretanto, a câmera para selfies aposta num sensor de 32 megapixéis com uma abertura de f / 1.9.

O LG V50S ThinQ vem com uma bateria de 4.000 mAh que suporta 21W Quick Charge 3.0 e executa o Android 9.0 Pie. As opções de conectividade incluem dual SIM 4G LTE, Wi-Fi 802.11 a/b/g/n/ac, Bluetooth v5.0, GPS e USB Tipo-C. O dispositivo possui leitor de impressões digitais montado na parte traseira e está disponível em Preto Aurora. Tem as dimensões de 159,3 x 75,8 x 8,4 mm e pesa 192 gramas. Tem certificação IP68 para proteção contra água e poeira.

Na Coreia este dispositivo custa mais de 1000 Euros. Internacionalmente o preço deve ser um pouco inferior. 

Entretanto as coisas parecem estar um pouco melhor para a LG. Este fabricante espera um ligeiro aumento nos lucros para o terceiro trimestre de 2019 em comparação com o mesmo período do ano passado. Assim, a empresa espera gerar lucros operacionais de 781 mil milhões de Won (653 milhões de dólares) e receita total de 15,7 trilhões de Won (13 mil milhões de dólares). Um aumento de 4,3% e 1,8%, respectivamente, desde o ano passado. Apesar de ter registado uma perda de 313 bilhões de Won (261 milhões de dólares) no segundo trimestre de 2019, a empresa espera reduzir o número pela metade no terceiro trimestre.