Inicio Tutoriais Tutorial LG Nexus 5X: activar modo de programador em Android Nougat e...

Tutorial LG Nexus 5X: activar modo de programador em Android Nougat e tornar telemóvel mais rápido

O LG Nexus 5X que a LG gentilmente tem cedido à Leak está quase a regressar a casa, agora que já temos a última preview do Android 7.0 e não há muito mais a aprender até à apresentação da versão definitiva. Mas ainda há tempo para alguns truques e a verdade é esta: se tem neste momento o Android 7.0 instalado no seu Nexus, ou é programador, ou arrojado e curioso. E se pertence a este último grupo, mais vale activar o modo de programador para conseguir gerir melhor a performance do seu dispositivo e torná-lo mesmo mais rápido.

Porquê o LG Nexus 5X? Porque algumas das opções que daremos mexem significativamente com o desempenho do dispositivo e é sempre bom ter margem de manobra, algo que o Nexus dá com muito mérito. E porque o programa Android Beta oferecerá mais opções de programador que a maioria dos smartphones sem root.

O modo de programador

Por defeito, o modo de programador é uma funcionalidade desligada nos dispositivos Android. Grosso modo, serve para programadores e criadores de conteúdos testarem as suas apps em diversas envolvências de utilização, para se certificarem que tudo está conforme o desejado.

modo de programador
Precisamos de ver assinalados a vermelho os campos ou apps em que a gráfica está a trabalhar? Ou a carga de esforço? Não, mas podemos.

Por isso, o modo de programador desbloqueia para cima de uma dezena de opções ao nível do sistema operativo que não estão geralmente disponíveis para os utilizadores comuns e estes nem sabem que existem. Portanto, na sua maioria, estas são opções que não têm interesse para o nosso quotidiano. Ninguém quer, regularmente, ver uma app piscar com tonalidade vermelha para indicar que a GPU está a processar as imagens que vemos. Um programador, no entanto, tem toda a utilidade nessa, e em muitas outras opções.

Então, temos mesmo que começar por advertir que muitas das opções que o modo de programador permite activar causam instabilidade no sistema, nas apps que não as suportam, e podem afectar significativamente os consumos da bateria. Vamos manter-nos fora dessas opções pouco úteis para o quotidiano, e navegaremos através de alguns cenários comuns de utilização regular. A nossa garantia é que no LG Nexus 5X que temos em mão, todas estas opções funcionam correctamente, para aquilo que as queremos. Não podemos afirmar que o mesmo acontecerá com todos os dispositivos.

Como activar o modo de programador

Esta é a parte fácil.

modo de programador
Activar o modo de programador é fácil, bastando clicar múltiplas vezes o item “número de compilação”.

Se tem o Android Nougat instalado no seu Nexus (e o método vai funcionar para a generalidade dos dispositivos), vá às definições e desça até ao último menu, “Acerca do telefone”. Aí volte a descer até ao último item, ou “número de compilação”. Clique repetidamente até entrar no modo de programador.

Ao voltar atrás para as definições verá um novo item na listagem, “opções de programador”. É aí que encontrará toda uma nova gama de opções que de outro modo não estão activas no Android.

Noutros dispositivos o princípio é o mesmo, mas a localização pode ser diferente: por exemplo, o número da compilação pode estar dentro do menu “sobre o telefone”. Noutros dispositivos ainda, algumas das opções aqui indicadas não estarão disponíveis.

O que fazer agora que é “programador”?

Agora que temos o modo de programador activo, temos diversas opções mais ou menos interessantes. Decididamente, algumas não servem para absolutamente nada, excepto para programadores.

Algumas funções são francamente simples e básicas. Por exemplo, se o seu smartphone está lento, uma das primeiras coisas que pode fazer é verificar como está a utilização da CPU. Alguma app de fundo está a puxar demasiado pelo processador? Activar a opção “mostrar utilização da CPU” passa a mostrar-lhe um overlay no ecrã, com um simples gráfico de utilização da CPU. Se a utilização for mais elevada do que o esperado, é altura de começar a procurar pela app culpada.

No caso do LG Nexus 5X, o ecrã parece-nos algo amarelado. A opção “temperatura de cor fria” restaura uma tonalidade mais azulada.

Ou imaginemos que o ecrã parece não estar a funcionar particularmente bem. Se activarmos a opção “localização do ponteiro”, no separador “Introdução”, podemos criar um rasto visível dos toques do dedo no ecrã e será fácil perceber onde o toque não está a funcionar com a mesma precisão ou sensibilidade.

  • Cenário 1 – Smartphone lento: desactivar animações

modo de programador
Bonitas mas pesadas, as animações do Android podem ser aceleradas, abrandadas ou desligadas em modo de programador.

Estamos a utilizar um LG Nexus 5X e o smartphone é realmente fantástico. Em termos de performance não temos a mínima queixa e, com o Android puro de fábrica, a fluidez é tremenda. Mas imaginemos por um segundo que temos um smartphone mais antigo ou com especificações menos capazes.

Há uma beleza escondida no Android e são as animações. Geralmente não damos por elas e por isso mesmo é que elas produzem um efeito agradável de utilização. Mas pesam, e se o seu Nexus já tem algum tempo em cima, então pode desactivá-las.

Podemos fazê-lo em três tipos de animação: escala de animação da janela, animação da transição, e duração da animação. Se as desactivar, deixa de ver animações, por exemplo, quando reorienta o telemóvel. O slide das janelas para as margens quando mudamos de app desaparece, o movimento de rotação igualmente, e as páginas da play store simplesmente fecham em vez de se dividirem e desaparecerem pelo topo e base do ecrã.

Mas esta opção tira ao processador e à GPU a necessidade de processarem animações, libertando recursos e agilizando a operação do smartphone. Potencialmente o espaço de tempo entre o clique e a abertura completa não se reduz tanto quanto esperaríamos, mas a libertação de recursos para outras tarefas estará lá.

Pelo contrário, caso tenha um bom smartphone, pode optar por colocar as animações ao dobro da velocidade para menos lag aparente, ou em câmara lenta (opção 10x), onde toda a beleza do Android se torna aparente. Colocar as animações em câmara lenta é interessante em si mesmo, pois mostra-nos que existe ali uma complexidade muito superior ao que esperávamos.

  • Cenário 2 – Rede Wi-fi intermitente: mudar agressivamente para rede móvel

Vamos mudar agora para um cenário em que nos encontramos numa zona onde a rede Wi-fi tem falhas e temos os dados activos. Por defeito, o Android é conservador na hora de mudar de uma rede Wi-fi gratuita para uma rede de dados com custos, mas se realmente precisamos de uma ligação eficaz, podemos activar a “transmissão agressiva de rede Wi-Fi p/ rede móvel”.

Esta opção significa que o sistema espera menos pelo fraquejar da rede Wi-fi antes de enviar os dados para a rede móvel, e o ganho em tempo de espera é realmente fácil de se notar. Claro que convém activar a opção apenas quando for fundamental ter uma rede sem falhas, por exemplo na transferência de documentos ou email, ou os custos podem disparar. Diz quem sabe.

  • Cenário 3 – Falta de espaço no dispositivo: forçar passagem para armazenamento externo

Esta é aquela em que todos nós encravamos em algum momento: precisamos de espaço no armazenamento interno, mas não conseguimos passar as apps para o cartão de memória.

De novo nas opções de programador, vamos quase até ao fim, ao penúltimo menu, e activá-lo significa que toda e qualquer app pode ser transferida para o armazenamento externo. OK, esta não testamos no Nexus 5X porque não temos armazenamento externo. Se aconselhamos esta opção às cegas? Não. Porque muitas apps poderão deixar de funcionar correctamente, pelo que o melhor será experimentar com apps não essenciais, como jogos.

Esta opção não estará disponível em todos os dispositivos.

  • Cenário 4 – Gráficos de jogos fracos: forçar 4x MSAA

modo de programador
Não acreditem na nossa palavra: gráficos de jogos sem (topo) e com a opção 4X MSAA (baixo).

Uma ocorrência muito normal em jogos é o serrilhamento dos gráficos, algo que efectivamente ajuda o smartphone a correr os jogos com boas fps, com gastos óptimos de bateria e processador, mas que nem sempre é agradável. O Android é algo conservador neste aspecto e procura preservar os nossos recursos para um elevado número de apps, mesmo em 2º plano, para garantir que todas têm o seu espaço de funcionamento. Por isso, muitas vezes os gráficos que vemos nem sempre são os melhores que o jogo dá, mesmo que o próprio jogo não tenha um separador onde configurarmos as definições gráficas.

A opção “forçar 4x MSAA” significa precisamente “4x Multisample anti-aliasing”, um forma de anti-serrilhamento, que força o processador a trabalhar de modo acrescido na eliminação dos escadeados nos pormenores dos jogos, tornando os gráficos muito mais suaves, pelo menos nas aplicações OpenGL ES 2.0. Podemos ver o antes e o depois num jogo muito simples, Traffic Rider, onde os pequenos serrilhados praticamente desaparecem.

O lado negativo desta opção é que vai puxar mais pelo processador, portanto mais pela bateria. Mas quando queremos jogar algo com os gráficos realmente no seu máximo esplendor, esta opção é imbatível, desde que o processador aguente, e no caso do LG Nexus 5X não temos como nos queixar. Não estranhem se perderem dados em segundo plano, porque o foco passa a ser mesmo o gráfico.

  • Cenário 5 – o serviço não está disponível na zona: falsificar os dados de localização

A opção encontra-se logo abaixo das opções de depuração USB e chama-se “Seleccionar aplicação de localização fictícias”. Na Play Store existem diversas apps que podem utilizar esta opção, como o Fake GPS Location Spoofer. Uma vez seleccionada a app, podemos começar a criar localizações fictícias para o nosso dispositivo.

Porque haveríamos de querer fazer isso?

Bem, fora as brincadeiras para enganar os amigos, como dizer que fomos viajar pela Europa, há opções úteis para as localizações falsas, como apps ou serviços que não estejam disponíveis na nossa zona. Por exemplo, se formos uma espécie de expatriados do Porto a viver em Madrid, podemos manter uma localização falsa no Porto para os feeds direccionados e as notícias continuarem a mostrar-nos conteúdos mais adequados ao nosso “contexto” local.

E há quem vá algo mais longe e utilize localizações fictícias do telemóvel para apanhar pokémons sem ter de se deslocar. Mas não nos leu a dizer isto.

Conclusão

O sistema Android tem inúmeras opções que nunca utilizamos frequentemente, ou nem chegamos a perceber bem para que servem. Mas ainda mais opções podem ser encontradas quando activamos o modo de programador. Porque se destinam precisamente a programadores, estas opções não foram pensadas para o funcionamento óptimo do dispositivo.

No entanto, pontualmente, podem tirar-nos de um aperto e conseguem mesmo ajudar-nos a pregar umas partidas aos amigos. Se o seu Nexus está no programa Beta, mais vale activar esta opção e irá ainda mais longe. Vá no entanto com cuidado, e divirta-se.

Mais uma vez, relembramos que este artigo foi feito com a gentil cedência de um LG Nexus 5X que inscrevemos no programa Android Beta em  google.com/android/beta. Neste link, os seus dispositivos compatíveis estão listados e é só inscrevê-los. Nesta fase, o Android Nougat já é perfeitamente funcional para uso quotidiano.

 

  Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia também

DualSense da PlayStation 5 funciona no Android e PCs

Os PCs e dispositivos Android garantem um bom suporte para diversos periféricos. Da lista fazem parte os comandos da Xbox e Stadia. No caso...

Play Store: instale já nos smartphones da Huawei com o Googlefier!

Não é surpresa que os dispositivos da Huawei e Honor lançados no ano passado não incluem os Google Mobile Services. É exemplo disso, o...

Os novos iPhone 12 usam um modem 5G ‘velhote’

Quando uma grande fabricante de smartphones como a Apple faz um lançamento, os consumidores estão obviamente à espera de encontrar os componentes mais modernos...

Confirmado – Tesla lançou o Full Self-Driving com um aviso!

Confirmado - Tesla lançou o Full Self-Driving com um aviso importante! - A Tesla criou grande parte da sua fama atual devido à performance...

Joga Fortnite no PC? O jogo ficou 60GB mais pequeno!

Durante os últimos tempos, temos assistido a uma serie de problemas relacionados com o tamanho dos jogos. Quer sejam na PS4 e Xbox One,...