Lenovo Zuk Edge já é oficial: sem “edge”, mas ainda assim refinado

Não há dúvidas que quando chamamos Edge a um modelo de smartphone, o mínimo que esperamos é um ecrã curvo. A ZUK decididamente não foi nesta conversa e oficializou o Zuk Edge sem qualquer semblante de um ecrã curvo, mas ainda assim com caraterísticas muito interessantes.

O ecrã, portanto, é uma unidade de 5.5 polegadas Full HD com vidro 2.5D, e a marca aponta para um contraste de 1500:1, o que será dos melhores do mercado.

Por dentro encontramos um Qualcomm Snapdragon 821 com 4 ou 6GB de RAM e 64GB de armazenamento interno, com destaque para o facto de se tratarem de memórias UFS 2.0. Estas memórias são substancialmente mais rápidas que as EMMC mais comuns, mais caras também, mas garantem que as velocidades de escrita e leitura de dados são superiores, mesmo às possíveis em dispositivos com o mesmo processador e memória.

No departamento das câmaras, uma tecnologia que nos tem deixado sempre agradados, a ISOCELL da Samsung, com uma câmara de 13MP que inclui estabilização ótica de imagem e foco por deteção de fases híbrido. A tecnologia ISOCELL da Samsung isola os pixéis individuais, garantindo que existe menos contaminação de pixéis adjacentes, algo que contribuiria para imagens com menos contraste e menor capacidade para captação de detalhe em zonas de elevado contraste.

À frente temos ainda uma câmara de 8MP para os selfies.

Do lado do sensor de impressões digitais, este não se limita a desbloquear o ecrã, porquanto inclui igualmente um sensor cardíaco. Nesta fase não temos certeza se de algum modo esta possibilidade pode ser utilizada para uma segurança mais refinada do dispositivo.

Teremos ainda uma bateria de 3100mAh que parece interessante para esta gama de hardware e uma porta USB-C, e não esperem por um jack 3,5mm a bordo.

Finalmente, o Lenovo Zuk Edge vem com Android 7.0 Nougat.

Com um preço a começar algo acima dos 300€, o Lenovo Zuk Edge afirma-se como um dos mais baratos smartphones no mercado a incluir o Snapdragon 821, e não parece ter grandes compromissos. Afinal, esperava-se talvez memórias mais lentas, mas com as UFS a bordo é quase certo que o preço – neste caso – não reflete de todo as capacidades máximas do dispositivo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário