Os mais recentes processadores da Huawei são o Kirin 990 e o Kirin 990 5G. Neste momento, eles só podem ser encontrados dentro do Mate 30 e Mate 30 Pro. No entanto, os novos chipsets vão chegar em breve a novos modelos. Falo em concreto das apostas da Honor que estão para sair e também do Huawei P40 que chega no próximo ano. No entanto, apesar de ainda haver muita vida e novidades associadas aos novos chipsets, a Huawei já está a trabalhar no sucessor. De facto a nova aposta já está em desenvolvimento e vai-se chamar Kirin 1000!

Kirin 1000: Huawei prepara a produção do novo chipset de 5nm!

De acordo com o site Huawei Central, o Kirin 1000 será desenvolvido com o processo de fabrico de 5 nm com base em informações que chegam de fontes ligadas ao setor. Estas mesmas fontes revelam que o processador será anunciado na segunda metade de 2020 e vai estrear-se no Huawei Mate 40. Na prática, isto nem era preciso estas fontes virem revelar. É este o padrão de lançamento dos chipsets da Huawei.

Kirin 1000

O Kirin 1000 vai contar com núcleos Cortex-A77 da ARM anunciados no início deste ano e que estavam presentes no Kirin 990 em vez dos núcleos Cortex-A76. O A77 representa uma melhoria de 20% no desempenho. Juntando a isto a tecnologia de fabrico de 5nm, as melhoras no desempenho devem ser assinaláveis.

Ainda existem muitas informações desconhecidas acerca do processador. No entanto, isto não é surpreendente, pois ainda faltam cerca de 10 meses para o lançamento.

De facto, o rei e senhor do momento é o Kirin 990.

Antes do lançamento da gama Mate 30, o Kirin 990 foi visto no Geekbench a dar vida a um dispositivo Huawei desconhecido. Após o lançamento, o chipset foi comparado no AnTuTu, com uma pontuação inferior ao Snapdragon 855 Plus da Qualcomm. Hoje, os testes a este processador apareceram na plataforma de benchmark Master Lu.

O resultado revela que o dispositivo de teste é a versão de 8 GB de RAM + 256 GB do Mate 30. O dispositivo obteve um total de 424261 pontos. Olhando separadamente para a pontuação percebemos que o dispositivo tem uma pontuação de 163.575 no que diz respeito ao processador. Entretanto, temos 160856 para a placa gráfica. Por fim temos para a RAM. No caso do armazenamento a classificação é de 42840 pontos.

Em comparação com outros dispositivos concorrentes, a pontuação do Master Lu do Mate 30 fica atrás de dispositivos como o Nubia Red Magic 3, que possui 459.463 pontos e do Black Shark 2.

O Kirin 990 é produzido com o mesmo processo de 7nm da TSMC que já deu origem ao Kirin 980, chegando ao mercado com uns impressionantes 10 mil milhões de transistores.

Dentro do SoC, podemos encontrar dois núcleos de alta performance Cortex-A76 (2.36GHz), bem com dois núcleos de performance média (2.36GHz) e finalmente quatro núcleos para eficiência (1.95GHz). Para a performance gráfica, contamos com assim com uma GPU Mali G76, sendo 6% mais rápida que a Adreno 640 do Snapdragon 855. Temos de destacar também o suporte para 5G.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.