Jogar o jogo do galo com um drone? Sim, é possível.

3976
0
Share:

Já nasceu o primeiro drone autónomo para interiores que utiliza a tecnologia VCL (Visible Light Communication – comunicação por luz visível) da Philips Lighting para se movimentar e que foi demonstrado ontem no Maxima MedischCentrum.

Se ao olharem para ele referem de imediato que só lhe falta servir cafés estão enganados porque este drone fá-lo e muito bem, como revela o vídeo abaixo.

O primeiro drone autónomo doméstico da BlueJay pode ainda jogar o jogo do galo com crianças, que comunicam com o robô através de gestos com as mãos. Em paralelo, este dispositivo pode recolher e entregar objetos numa localização, de modo a auxiliar os pacientes com menor mobilidade.

Utilizando gestos, as crianças podem comunicar com o drone para jogar o jogo em tamanho real.

O drone utiliza tecnologia VLC da Philips Lighting, permitindo-lhe saber a respetiva localização e movimentar-se e agir de forma autónoma. Esta tecnologia permite que as luzes do teto funcionem como um GPS para interiores e que transmitam a sua localização através de uma modulação da luz que é impercetível ao olho humano, mas detetável por dispositivos inteligentes, tais como os drones. O funcionamento sem fios entre o drone e a respetiva estação no solo é possível através da tecnologia de comunicação da NXP.

Share:
Bruno Fonseca

Dê a sua opinião