consolas

A próxima geração de consolas Sony e Microsoft está mais ou menos a um ano de distância! No entanto, é inegável dizer que o ‘hype’ está a chegar a níveis épicos em 2019, depois das primeiras revelações oficiais de ambas as partes.



Afinal de contas, a Sony apenas confirmou o nome oficial da sua consola (PlayStation 5) há coisa de algumas semanas, ao mesmo tempo que anunciou algumas inovações para o DualShock 5 que deverá acompanhar a consola em Dezembro de 2020.
Entretanto, por sua vez, a Microsoft quer facilitar ao máximo o ‘upgrade’ da atual Xbox One para a nova Xbox Scarlett, ao permitir a utilização de todos os periféricos no mercado.

Dito isto, ambas as ofertas irão utilizar Hardware ‘by AMD’, com um SoC composto por um CPU com 8 núcleos Zen 2, bem como um GPU Navi com suporte a Ray Tracing. (O que por sua vez, nos diz que vai ser bem mais capaz que as atuais Navi 10 como a RX 5700 XT que já se encontra no mercado)

Já conhecemos uma das funcionalidades mais importantes da PS5… A Retro-Compatibilidade!

ps5

Portanto, é cada vez mais óbvio que a retro-compatibilidade vai ser um dos pontos chave de ambas as fabricantes.

Afinal de contas, no lado da Sony, já é a quinta consola PlayStation, enquanto no lado da Microsoft estamos a falar da quarta geração. Faz todo o sentido que as consolas mais poderosas consigam correr todos os jogos de todas as outras gerações.

Aliás, isto pode ser uma grande vantagem para a Sony, tendo em conta que a PS4 é a atual líder de mercado… E o que não faltam são jogos exclusivos com muita qualidade. Que são excelentes em 2019, e vão continuar a ser brutais em 2020…2021… etc…

Não foi por acaso que a Sony anunciou em Abril que a PS5 iria suportar todos os jogos da PS4! Contudo, nos últimos meses, vários rumores chegaram à Internet a mencionar algumas dificuldades na implementação da retro-compatibilidade. Mas ao mesmo tempo, têm surgido outras informações mais otimistas. (Leia aqui mais sobre isto aqui)

Mas agora, um dos produtores de Romance of the Three Kingdoms 14, disse numa entrevista que a funcionalidade poderá realmente ajudar nas vendas da PlayStation 5. Ao mesmo tempo que parece falar como se tivesse a certeza que esta irá fazer parte da aposta da Sony para 2020. Ora leia:

“Não acho que a retro-compatibilidade tenha muito impacto no crescimento ou níveis de vendas dos nossos jogos antigos. Na minha opinião, a grande vantagem é mesmo levar todo os nossos pertences para a próxima geração. Assim, como existe um risco baixo ao mudar de consola, com toda a certeza que a PS5 irá ser um sucesso de vendas.”

Ao fim ao cabo, produtores de jogos em desenvolvimento para a PS4 e PS5, têm com toda a certeza mais informação relativamente às funcionalidades das consolas, do que nós… Comuns mortais fãs e entusiastas. Ainda assim, não estão numa posição de confirmar ou desmentir a implementação do que quer que seja.

Uma coisa é certa, com a cada vez maior aposta da Microsoft na retro-compatibilidade, a Sony não só tem de garantir o suporte a 100% de todos os jogos PlayStation 4… Como também vai ter de fazer o tudo por tudo para trazer suporte à PS1, PS2 e PS3… Custo o que custar! É uma arma demasiado importante na guerra que se avizinha.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.