Intel vai mudar nomes dos seus processos… Para acompanhar?

Já não é novidade para ninguém que a Intel tem tido dificuldades nas suas linhas de produção. Afinal, tivemos problemas com a saturação das linhas de 14nm, bem como problemas no desenvolvimento dos processos de 10nm e 7nm.

Estamos a falar de uma situação que acabou por resultar numa AMD realmente forte. Aliás, a rival da Intel tem agora o domínio do mercado de processadores nas suas mãos. Uma situação que poucos esperariam ser possível, mas ainda bem que assim foi, ter um mercado com concorrência a sério é sempre melhor para o consumidor final.

Dito tudo isto, parece que a Intel quer mexer um pouco na nomenclatura dos seus processos, de forma a acompanhar o que está a ser feito lá fora.



Intel vai mudar nomes dos seus processos… Para acompanhar?

Intel nomes

Portanto, o processo de 10nm da Intel deveria ter chegado ao mercado em 2015 ou 2016, no entanto, estamos quase em Abril de 2021, e apenas agora é que a Intel começou a apostar mais no seu processo ‘inovador’. Curiosamente, o processo de 10nm era tão avançado, que os problemas foram mais do que muitos, e as taxas de defeito mantiveram-se altas durante anos!

Entretanto, ao mesmo tempo que a Intel lidou com os seus problemas de produção, a TSMC (e de certa forma a Samsung), têm feito um sucesso simplesmente brutal, visto que até já temos um processo de 4nm a caminho do mercado. Processo esse, que já está nas mãos da Apple para dar vida a toda a sua gama de produtos, onde claro está, temos de incluir os processadores ARM para portáteis e computadores desktop… Equipamentos que antigamente eram baseados em processadores Intel Core.

Assim, dito tudo isto, para se manter competitiva, a Intel precisa de mudar a sua tática!

Caso não saiba, a Intel tem um processo de 7nm em desenvolvimento, que deverá chegar em 2023. (Altura em que a TSMC já deverá andar nos 3nm+). No entanto, esquecendo performances dos processos e tamanho dos chips, quando a Intel chegar aos 7nm, existe aqui um problema de marketing grave… Afinal, como é que se vai distinguir os processos?

Se a Intel chamar o processo de apenas “7nm”, os consumidores vão pensar que a gigante azul está imensamente atrasada relativamente à TSMC e Samsung. O que não tem obrigatoriamente de ser verdade, visto que a densidade dos processos da Intel é ligeiramente mais alta relativamente ao que as rivais oferecem.

Em suma, a Intel está a planear arranjar uma nova estratégia de nomes para os seus processos. O que na nossa opinião, é uma boa ideia… Especialmente depois de meter tantos ‘+’ nos 14nm, o que acabou por se tornar um meme na indústria.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também