Intel quer aproveitar os ataques à Huawei para dominar no 5G

Intel quer aproveitar os ataques à Huawei para dominar no 5G – A Intel está prestes a adquirir a empresa Israelita de infra-estruturas Mellanox Technology por cerca de 6 mil milhões de dólares, um pagamento que irá ser feito em dinheiro e em acções da Intel.

Para quem não sabe, a Mellanox desenha e fabrica hardware para infra-estruturas de larga escala, como switch de grande largura de banda, adaptadores, bem como outro hardware para grandes centros de dados… Portanto, quando for oficialmente adquirida, pode oferecer à Intel muita força para levar a guerra à Huawei, na corrida às redes de nova geração 5G.

Mellanox

Afinal de contas, com a Huawei a ser atacada por todos os lados, devido às suspeitas de espionagem e violação de privacidade, parece ser a altura indicada para uma empresa com a envergadura da Intel aparecer e vencer.

Já para não falar que num mundo cada vez mais conectado, faz todo o sentido para a Intel, que no fundo até tem feito grandes investimentos na Internet das Coisas, apostar ainda mais neste campo, com vista a um domínio.

Como dissemos em cima, a Huawei já foi banida em vários países! Particularmente por membros da Nato, por razões políticas e provavelmente também estratégicas…

Assim, ficou um ‘vazio’ no mercado, onde várias empresas como a Mellanox, Cisco, entre outras. Estão agora a tentar entrar.


Vodafone meteu a Huawei de castigo na Europa!?

huawei de castigo

Huawei de Castigo? – Parece que a última semana do mês de Janeiro começou de forma bombástica para a Huawei… Aparentemente, a Vodafone suspendeu toda e qualquer instalação de equipamentos Huawei nas suas infra-estruturas de fornecimento de rede móvel!

Isto, até que os governos ocidentais cheguem a um consenso! Acerca de todas as dúvidas quanto ao envolvimento da Huawei com o governo Chinês. (E consequente troca de informações)

Espionagem – Nos últimos meses, a Huawei tem sido alvo de várias críticas e acusações… Acerca das suas ‘alegadas’ ligações com o governo Chinês

Clique aqui para saber mais.


O que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.