Intel aposta nos 16 núcleos e memória DDR5 em 2021 (Novo socket!)

Não é novidade para ninguém que a Intel está a passar por um mau bocado no confronto direto com a AMD, chegando ao ponto de até ver parceiros estratégicos a abandonar o barco, como foi o recente caso da Apple! Que decidiu deixar para trás os processadores Intel Core, para apostar nos seus próprios designs baseados na arquitetura ARM.



No entanto, se acha que uma empresa com a história, envergadura e recursos (dinheiro) da Intel irá ficar em baixo durante muito tempo… Está muito enganado! O gigante vai acordar, e quando o fizer, vai ser com estrondo.

Intel aposta nos 16 núcleos e memória DDR5 em 2021 (Novo socket!)

Intel Cooler

Portanto, a AMD está agora a dominar o mercado de processadores, com a sua gama Ryzen 3000 que está prestes a receber um ‘refresh’ na forma dos Ryzen 3000 XT. Aliás, é seguro dizer que o impacto dos Intel Core 10000 foi quase nulo, visto que o mercado continua a apostar forte e feio na plataforma Ryzen.

Contudo, o que se calhar não sabe, é que a arquitetura Skylake está quase a dizer adeus, levando consigo o afamado processo de produção de 14nm. Ao fim ao cabo, ao que tudo indica, em 2021 já vamos ter produtos baseados no processo de 10 nm, a trazer tecnologias realmente inovadoras!


Nota do Redator: A próxima geração de processadores Intel (Core 11000) ainda vai fazer uso das linhas de 14nm. No entanto, já irá usar uma arquitetura nova que foi originalmente pensada para o processo de 10nm, mas que foi entretanto ‘portada’ para os 10nm. Neste artigo estamos a falar da 12ª geraçao de processadores Intel Core (12000).


Processadores Intel Alder Lake-S trazem mais núcleos, melhoria significativa no IPC, suporte a PCIe 4.0, e ainda a estreia da RAM DDR5… Mas vão precisar de um novo socket! Abram alas ao LGA 1700

Dito tudo isto, um documendo técnico da Intel chegou à Internet, revelando de uma maneira mais ou menos oficial algumas das características importantes de uma das próximas gerações de processadores Intel Core, a Alder Lake-S (Core 12000).

Ao fim ao cabo, com a chegada desta geração, podemos esperar 16 núcleos e 32 threads, compatibilidade com o novo standard de memória DDR5, e claro, suporte ao standard PCIe 4.0 que também já deverá dar um ar de sua graça com os Intel Core 11000 que ainda deverão reter a mesma plataforma LGA1200.

Especificações

7nm

Os CPUs Alder Lake-S deverão ser produzidos com o processo de 10nm++, que já deverá ter todos os problemas resolvidos. (Apresentando finalmente um potencial de aumento de frequências real). Entretanto, o socket LGA 1700 deverá ‘quebrar’ toda e qualquer retro-compatibilidade, incluindo todos os coolers lançados até aqui, visto que o próprio formato é mais retangular em comparação com os antecessores (45 x 37,5mm)

A Intel quer ser a primeira a oferecer suporte à RAM DDR5, mas isto não depende apenas de si!

A geração de processadores Alder Lake-S deverá chegar ao mercado no fim de 2021, ou se algo correr mal, no início de 2022.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário