Stadia

A plataforma de Streaming Google Stadia tem sido uma autêntica montanha russa de emoções fortes. Afinal de contas, no início todos estavam entusiasmados com a entrada da gigante Google no mundo dos videojogos… Mas agora, que o serviço chegou a alguns lares com uns míseros 12 títulos e vários limitações, a ‘nova consola’ está agora a ser considerada por muitos como um autêntico falhanço da empresa.

Qual é o futuro do Stadia? Caso não saiba, a Google adora começar projetos … Para os matar assim que começam os primeiros obstáculos 



Streaming Stadia

Portanto, agora que o Stadia chegou finalmente ao mercado, já podemos tirar as primeiras conclusões acerca do seu impacto… E pelos vistos, são terríveis! Ao fim ao cabo, nas palavras de um ‘insider’ da indústria, o Google Stadia é um falhanço monumental. Quem o diz é Jason Schreier, editor na reputada Kotaku e fonte de muitas informações na indústria. Ora leia:

“O Google Stadia foi lançado ontem, mas já parece um flop monumental. (Soube através de uma pessoa envolvida que as pré-encomendas foram desapontantes.) Agora a questão é… Será que vão eventualmente desistir da ideia de vender jogos, para adotar um modelo de subscrição? Ou o projeto vai simplesmente morrer?”

Dito tudo isto, saber que as pré-encomendas ficaram abaixo das expetativas é realmente interessante. Especialmente depois da própria Google ter afirmado que não tinha stock suficiente de pacotes de lançamento Stadia.

Entretanto, a gigante da pesquisa já subiu o número de jogos de 12 para 22, e até ofereceu 2 jogos gratuitos para os subscritores Pro em vez do previamente anunciado jogo único. Ainda assim, parece que isto não foi suficiente para mudar a opinião dos jogadores, que teimam em entrar no barco do streaming Google.

Em suma, a Google tem muito em que pensar e mudar até ao lançamento do modelo ‘Base’ em 2020, de forma a conseguir lutar com os ecossistemas Xbox e PlayStation.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.