IA generativa ameaça os motores de busca nos próximos dois anos

A IA generativa representará uma séria ameaça para os motores de busca nos próximos dois anos. Isto de acordo com uma previsão da empresa de análise Gartner. A empresa afirma que o volume dos motores de busca cairá um quarto até 2026. Tudo devido à adoção de chatbots de IA e outros agentes virtuais.

IA generativa ameaça os motores de busca nos próximos dois anos

Com a mudança para a inteligência artificial longe dos motores de busca tradicionais, a Gartner afirma que as empresas terão de ajustar as suas estratégias de canais de marketing.

Nas palavras de Alan Antin, vice-presidente analista da Gartner, “a pesquisa orgânica e paga são canais vitais para os profissionais de marketing tecnológico que procuram atingir os objectivos de sensibilização e de geração de procura. As soluções de IA generativa (GenAI) estão a tornar-se motores de resposta substitutos. Isto ao assumirem as consultas dos utilizadores que anteriormente poderiam ter sido executadas em motores de pesquisa tradicionais. Isso forçará as empresas a repensar sua estratégia de canais de marketing. Tudo à medida que o GenAI se torna mais integrado em todos os aspectos da empresa.

texto para vídeo, Bing Chat Chrome, lei da IA, chatGPT. ChatGPT emprego, utilize o ChatGPT

A empresa de análise também afirmou que os algoritmos dos motores de busca irão favorecer conteúdos de qualidade. Isto para ajudar a compensar a quantidade crescente de conteúdos gerados por IA. Além disso, espera-se que a marca de água se torne mais importante. Pelo menos como forma de destacar conteúdos de elevado valor.

- Advertisement -

Embora a Google provavelmente não esteja a gostar desta previsão, é importante notar que ela e muitos dos outros fornecedores de motores de busca são os principais fornecedores de serviços de IA generativa; a Google tem o Gemini e a Microsoft tem o Copilot.

Assim, embora a utilização dos motores de busca tradicionais possa diminuir a favor da IA, continuará a ser a Google a obter o tráfego, o que poderá significar que terá de haver algum tipo de substituição para as hiperligações patrocinadas, das quais a Google depende para obter receitas,

A Gartner não mencionou este facto na sua previsão, mas a revolução da IA generativa também significa que os intervenientes mais pequenos poderão tornar-se concorrentes significativos da Google na pesquisa. A maioria conhece o Copilot da Microsoft, que é essencialmente o ChatGPT com acesso à Web. Mas existe também o Perplexity, uma empresa em fase de arranque que atraiu financiamento do fundador da Amazon, Jeff Bezos, e da NVIDIA.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.