Huawei recebeu da TSMC muito menos chipsets do que pediu

É muito provável que até ter surgido o problema dos Estados Unidos com a Huawei nunca tivesse ouvido falar do novo TSMC. É sem dúvida um fabricante extremamente importante, mas normalmente está escondido numa segunda linha. Isto porque desenvolve chips para muitas marcas. Por exemplo, os chipsets Kirin da Huawei são desenvolvidos pela TSMC. A gigante chinesa apenas as desenha. Ora devido à última proibição americana, qualquer empresa que use tecnologia americana não pode fazer negócios com a Huawei sem a aprovação dos EUA. A TSMC usa tecnologia americana nas fábricas e portanto, está incluída. Foi por esse motivo que este fabricante teve até 15 de setembro para concluir todas as transações comerciais com a Huawei.

Huawei recebeu da TSMC muito menos chipsets do que pediu

Agora este fabricante já não pode continuar a fabricar processadores Kirin. Segundo relatos, os pedidos da Huawei à TSMC chegaram aos 15 milhões de chips. No entanto, devido às restrições colocadas pelo tempo de produção, o fabricante do chip não atingiu a meta. Assim a fabricante de chips localizado em Taiwan só conseguiu entregar 8,8 milhões de chips. No entanto, não há confirmação oficial da Huawei ou TSMC.

Huawei, IcT, Huawei TSMC Chipsets

De acordo com o CEO da unidade de consumo da Huawei, Yu Chengdong, o chipset Kirin que está presente no Mate 40 talvez seja o último processador topo de gama da Huawei. De facto, se não existir qualquer alteração na proibição, não há forma da Huawei produzir o processador Kirin 9000.

No entanto, os problemas são também ao nível do software. Isto leva a Huawei a tomar medidas drásticas.

Muito se tem falado da Huawei, do Android e de sistemas operativos adicionais. Algo que também começou com a embirração de Trump face à gigante chinesa. Ora no dia 10 de Setembro e mais concretamente na conferência de programadores da Huawei, o CEO Yu Chengdong, disse que o Harmony 2.0 garante a existência de um verdadeiro ecossistema. Para além disso lançou a versão beta para programadores. Dezembro de 2020 é o mês em que chega a versão mobile. Mas a grande novidade, segundo ele, é que os smartphones Huawei serão migrados para o sistema operativo Harmony OS no próximo ano. Pode ler mais sobre isto aqui.

Não perca nenhuma informação importante. Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir ou no símbolo da estrela no canto superior direito.

Subscrever

Outros artigos

Cuidado se abrir o Gmail e a Google enviar esta notificação

É uma mensagem em estilo de notificação que surge...

Tudo o que tem de saber sobre os cabos USB

A maioria dos computadores e dispositivos electrónicos têm algum...

Google Keep: a aplicação que tem de usar no Windows

Se está à procura de uma aplicação que permita...

(Especial) Comprar um smartphone barato, ou um caro?

Se por acaso for um entusiasta do mundo dos...

Smartphone: a nova grande arma para roubar carros

Quem procura roubar carros de certeza que pensa em...
mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.