Huawei quer voltar à liderança nos smartphones em Portugal

A Huawei tem passado por um mau bocado, nomeadamente desde que o seu nome foi adicionado à afamada Entity List dos Estados Unidos, em 2019. Algo que aconteceu originalmente com a administração liderada por Donald Trump, mas que aparentemente, já não tem volta trás, mesmo com uma administração completamente nova ao leme do pais, desta vez, liderada por Joe Biden.

Ainda assim, mesmo com todas as dificuldades inerentes a este bloqueio, que como já deve ter percebido, retirou a Huawei de todos os tops de venda, no mundo dos smartphones. A fabricante teima em continuar a sua luta, teima em continuar a ser relevante… E ao que tudo indica, tem agora todas as intenções de voltar ao seu lugar por direito! A liderança no mercado de smartphones. Curiosamente, para este objetivo, Portugal parece ser um mercado chave.

Huawei quer voltar à liderança nos smartphones em Portugal

mate 40, huawei

Portanto, segundo a própria Huawei, Portugal é um dos países mais relevantes para a marca, quando se fala do mundo dos smartphones. Afinal de contas, o nosso mercado está cheio de entusiastas prontos a serem ‘early adopters’ de novas tecnologias e experiências inovadoras.

Por estas razões, a Huawei tem como objetivo regressar a uma posição de liderança nos smartphones. E claro, conquistar a mesma liderança nas restantes categorias do portfólio de produtos da marca, desde os wearables, ao áudio, laptops, tablets, e mais recentemente os monitores.

Em suma, quem traçou a meta foi William Tian, Diretor Europeu da Unidade de Consumo da Huawei, que numa breve visita ao nosso país, evidenciou que: “Portugal é um mercado pioneiro e estratégico dentro do grupo de países que constituem o cluster na Europa Ocidental. Sendo muitas vezes um dos países pioneiros da Huawei no lançamento de alguns produtos em primeira-mão.” Ora leia:

“Sabemos que os portugueses valorizam na Huawei a inovação. Sabemos que os portugueses valorizam na Huawei a inovação, os produtos de alta qualidade, o seu design de ponta. Bem como um serviço pós-venda de excelência e uma equipa profissional, altamente qualificada e preparada para todos os desafios presentes e futuros. Por isso, o nosso objetivo para o mercado português é regressar a uma posição de liderança nos smartphones e atingi-la nas restantes categorias”.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Acha que a Huawei tem a capacidade de voltar à sua antiga forma? Será possível ter sucesso, mesmo sem Android e serviços Google? A que preço? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, fui sempre aquele membro da família que servia como técnico ou reparador de tudo e alguma coisa (de borla). Agora tenho acesso a tudo o que é novo e incrível neste mundo 'tech'. Valeu a pena!

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados