O Huawei P9 Plus tem o revolucionário e útil Toque 3D.

Já falamos bastante do Huawei P9 Plus, e destacamos os seus principais argumentos, incluindo a câmara dupla com chancela Leica, mas igualmente o 3D Touch, ou Press Touch. Num artigo exclusivo, a Leak explica-lhe agora tudo o que esta tecnologia faz pelo seu Huawei P9 Plus, para que não tenha de aprender sozinho e possa desfrutar desde logo do seu Huawei.

Introdução

O Press Touch é característica única do Huawei P9 Plus no mercado nacional.
O Press Touch é característica única do Huawei P9 Plus no mercado nacional.

De modo muito sucinto, o Press Touch ou 3D Touch funciona quando exercemos pressão sobre o vidro do ecrã, além do toque simples. Os ecrãs modernos são capacitativos, o que significa que reagem à electricidade do contacto com o dedo, mas, ao contrário do que se julga, o vidro Gorilla Glass que equipa muitos destes dispositivos não é inflexível. Faz de facto parte da sua durabilidade manter alguma capacidade de flexão para absorver choques.

Era por isso uma questão de tempo até podermos equipar os ecrãs com sensores que sentissem a intensidade da pressão e pudessem, com isso, despoletar acções específicas. Neste campo, a Huawei encontra-se na absoluta vanguarda, tendo-se adiantado à Apple quando anunciou a funcionalidade em Setembro de 2015 no demonstrador Mate S, versão específica que não chegou a Portugal.

Entretanto tanto a Apple quanto a ZTE lançaram dispositivos com sensores de pressão no ecrã. No caso específico da Huawei e ZTE, o grande desafio é que o Android não tem suporte nativo para esta opção, deixando às OEM o trabalho da sua configuração app a app. Neste sentido, poderíamos pensar que o Press Touch ainda se encontra muito limitado mas, sem o negar, a verdade é que a Huawei conseguiu dar-nos bastantes opções para tornar o Press Touch imprescindível.

Como começar

Por defeito, o Press Touch não vem totalmente activado no Huawei P9 Plus. Isto acontece porque muitos compradores poderão precisar de tempo para se habituar ás especificidades da tecnologia. Poderá aceder aos menus rápidos das apps, mas diversas funcionalidades estão dormentes.

Contudo, não tenha medo de arriscar e active todas as funcionalidades Press Touch rapidamente. Para o fazer deverá ir ao menu “definições”, depois ao separador “assistência inteligente” e, finalmente, ao “sensor de pressão”. É aí que activará as teclas invisíveis ou os pontos de pressão nos cantos, “magic corner” como lhes chamava a Huawei já em Setembro.

As principais funcionalidades

Teclas de navegação por pressão
Começamos pela que é, para nós, a acção mais imediatamente útil: o Huawei P9 Plus permite-nos substituir as teclas de navegação virtuais por pontos de pressão no seu lugar. Com isso ganhamos mais meio centímetro de ecrã, sempre útil para melhor visualização de conteúdos diversos.

Os pontos de pressão são extremamente difíceis de activar por engano, graças à necessidade de aplicarmos pressão. Nesse sentido são francamente mais úteis que as teclas virtuais ou capacitativas da generalidade dos smartphones, e por isso se tornam uma opção incontornável para quem possui este excelente dispositivo.

Têm uma desvantagem, e essa é resultado da falta de suporte nativo do Android:  nem sempre funcionam correctamente, nomeadamente durante jogos e alguns tipos de leitores de documentos. Há no entanto formas de mitigar a questão. Por exemplo, o painel de notificações nem sempre é fácil de recolher com as teclas activas, mas podemos tirar proveito do sensor de impressões digitais para o controlar de modo mais eficaz.

Atalhos rápidos
A Huawei apresentou a possibilidade no anúncio oficial do Mate S em Berlim, e estes estão de volta no Huawei P9 Plus: atalhos rápidos dos cantos superiores direitos e esquerdo.

Todas as apps são passíveis de serem activadas com pressão nesses pontos nevrálgicos. O Huawei P9 Plus reconhece facilmente quando o toque é de pressão e quando é apenas um dedo em contacto. Por isso tanto podem iniciar o Word, como o jogo favorito, sem terem de navegar muito pelos ecrãs. Seria excelente se a Huawei ponderasse uma zona mais alargada de interacção deste modo, ou se abrisse um menu lateral para encaixar aí algumas apps favoritas, no entanto.

Acções rápidas

Aceda aos contactos favoritos com o Press Touch.
Aceda aos contactos favoritos com o Press Touch.

O Press Touch é excelente para executarmos acções rápidas em várias apps. Aplicações como as mensagens, contactos ou calendário distinguem entre pressão leve e pesada: no primeiro caso abrimos um menu de opções, no segundo desencadeamos de imediato a acção definida. A lógica é que cada app permita acesso rápido às acções mais comuns.

  • No caso do marcador, um pressionar pesado cria um novo contacto, enquanto o pressionar leve abre uma lista a que podemos acrescentar os contactos favoritos para uma chamada mais rápida.
  • Na câmara podemos decidir qual o modo de disparo favorito, por exemplo iniciar a app em modo monocromático, que se dá de imediato com um pressionar mais intenso.
  • Nas mensagens as acções passam por iniciar uma nova sms ou enviar uma a um dos contactos favoritos.
  • Nos contactos, as acções incluem adicionar contactos ou utilizar a câmara para identificar alguém. A opção é interessante; ao fotografarmos um cartão de visita, todos os dados passam para os campos certos. A app é francamente boa a distinguir moradas de nomes e números de telemóvel ou e-mails, preenchendo tudo de modo quase exemplar onde surgem apenas alguns erros fáceis de corrigir.
  • Nas definições as opções passam por aceder de imediato às definições Wi-Fi, do ecrã ou perfis de som.
  • No gestor do telemóvel podemos aceder à gestão de armazenamento, de bateria, optimização do dispositivo e filtro de assédio.
  • No relógio, as acções rápidas incluem acrescentar alarmes, iniciar cronómetro ou temporizador.
  • O serviço HiCare também permite encontrar centros de serviço ou contactar o apoio ao cliente, e existirá alguma acção de que nos esquecemos nesta lista.

Apps como a galeria estão ausentes das funcionalidades Press Touch, o que é de estranhar. Seria interessante podermos aceder a directórios específicos ou mesmo espaços de armazenamento como os serviços na nuvem.

 

Ampliar fotografias

Que tal usar o Press Touch para ver melhor o detalhe da câmara Leica?
Que tal usar o Press Touch para ver melhor o detalhe da câmara Leica?

Esta é uma funcionalidade básica mas útil. O Press Touch funciona deliciosamente ao ampliarmos zonas de uma imagem, com o zoom a acompanhar a intensidade da pressão. É fantástico para vermos se uma foto está no ponto ou ampliarmos os detalhes fundamentais sem termos de ampliar tudo.

Claro que, como fã da fotografia, o autor gostaria de ter mais opções, como comandos específicos para partilhar ou editar uma imagem.

Ajuste da sensibilidade de pressão

A opção mais útil para todo o sistema, embora possa passar despercebida, é a possibilidade de ajustar a pressão do toque.

Quanto a nós, optamos pela pressão mais leve. Embora possa aumentar a possibilidade de falsos positivos, é a que oferece garantia extra para manter activas as teclas invisíveis nas apps onde estas tendem a funcionar menos bem.

Conclusão

A Huawei fez um excelente trabalho na criação de opções para a utilização de uma tecnologia que, neste momento, lhe é quase exclusiva. É possível que outras marcas considerem o Press Touch desinteressante nesta fase, mas entretanto a Huawei está a ganhar uma experiência preciosa que dará os seus frutos quando a tecnologia ganhar maturidade.

Mas a questão fundamental permanece: nesta fase, será o Press Touch importante?

Inquestionavelmente é um elemento diferenciador que influencia bastante o modo como interagimos com o smartphone. Das teclas invisíveis às opções rápidas em diversas apps, o Press Touch é útil e intuitivo, além de trazer vantagens inegáveis face a teclas capacitativas ou virtuais com tendência a activação espúria.

Visto em bruto, o Press Touch é uma do pequeno número de tecnologias que tornam o Huawei P9 Plus um smartphone histórico. Esperamos que a Huawei continue a apostar na inovação e seja capaz de no futuro muito próximo integrar esta funcionalidade ainda mais profundamente no dispositivo, porque o potencial é enorme.

E os nossos leitores, que funcionalidades gostariam de ver implementadas no Press Touch?

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.