Huawei P20 Pro com recorde na pré-reserva em Portugal


Por em

A Huawei anunciou que o seu mais recente topo-de-gama Huawei P20 Pro entrou pela passadeira vermelha em Portugal e superou as expectativas em termos de valores definidos para o período de pré-compra que termina a 11 de abril.

Mas afinal o que pode fazer a diferença neste equipamento que chega ao mercado nacional com um preço de 899.99 Euros?

Um design que dá nas vistas

A Huawei tem o hábito de desenvolver equipamentos atrativos e a linha P20 é um exemplo disso. Todos os modelos partilham um aspeto premium, especialmente pela utilização de vidro na parte traseira. Importa destacar ainda os cantos arredondados que garantem uma utilização muito confortável deste smartphone.

Monocelha que não assusta

A integração da monocelha, popularizada pelo iPhone X, assenta que nem uma luva no Huawei P20, pelo facto de ter uma dimensão reduzida. De facto, é significativamente menor do que no equipamento da Apple. Para além disto e para que ela não incomode o utilizador, a Huawei puxou um coelho da cartola. Quando estiver a utilizar, por exemplo, o Chrome surge uma barra preta que acaba por tapar a monocelha, embora o sinal de rede e o indicador da bateria se mantenham no mesmo sítio.

Câmaras

A fotografia tem sido o ponto de honra de diversos fabricantes de smartphones que pretendem conquistar a atenção dos consumidores. A Huawei não é exceção e depois da parceria com a Leica que estabeleceu aquando do lançamento do P9, tem vindo a aperfeiçoar continuamente os sensores fotográficos.

O Huawei P20 Pro leva a fotografia ainda mais longe com a integração de um sistema de três câmaras. Logo à partida este equipamento tem a capacidade de tirar fotografias com condições de luz reduzida, como nenhum outro. Junta-se a isto a capacidade de zoom híbrido de 5x, a focagem automática preditiva do movimento dos objetos e a possibilidade de captura de imagens em câmara lenta, só para referir alguns.

Desempenho

Um dos pontos de honra da linha P20 é sem dúvida o processador Kirin 970 que aposta na inteligência artificial como aspeto diferenciador. Este é aliás o mesmo processador que podemos encontrar no Huawei Mate 10 Pro.

A plataforma de IA é executada numa Unidade de Processamento Neural dedicada (NPU), ou seja, um hardware que é muito bom na execução de redes neurais. Quando comparado com o processador, o NPU garante até 25 vezes o desempenho com uma eficiência até 50 vezes maior.

Por outras palavras, o NPU do Huawei Kirin 970 pode executar as mesmas tarefas de processamento de IA mais rapidamente e com menos energia. Por exemplo, ao nível dos testes de reconhecimento de imagem, o Kirin 970 processa 2.000 imagens por minuto, cerca de 20 vezes mais rápido do que se todo o processo tivesse de ser suportado pelo CPU.

Leia também

AS CARACTERÍSTICAS QUE MAIS SE DISTINGUEM NO HUAWEI P20 E P20 PRO

COMPARAÇÃO – P20 PRO VS MI MIX 2S VS GALAXY S9+ VS IPHONE X

Lembramos que os consumidores que fizerem a pré-encomenda deste produto recebem uma câmara que permite capturar vídeos e fotografias a 360°.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

Coolpad Mega 4A: Entrada de gama por 75 euros

Far Cry 5 de borla na compra de uma motherboard Gigabyte Aorus

Seguinte