Huawei fecha a porta a Trump e prepara guerra na Europa


Por em

Como sabem esta semana a Huawei realizou uma conferência de imprensa em Paris onde oficializou os seus novos smartphones Huawei P20, p20 Pro e P20 Lite. O especial destaque vai sobretudo para o Huawei P20 Pro que promete revolucionar a fotografia com a utilização de três câmaras, especialmente em ambientes de baixa luz.

As boas notícias para quem está na Europa é que estes equipamentos vão estar disponíveis em breve. A má notícia para os americanos é que nunca o vão receber.

Leia também:

HUAWEI P20/LITE/PRO OFICIALIZADOS: TUDO O QUE PRECISA DE SABER!

HUAWEI P20 PRO: OS SEGREDOS ESCONDIDOS NAS CÂMARAS

É verdade que tradicionalmente nunca foi vendido qualquer smartphone da gama P na terra de Donald Trump. No entanto depois do chega para lá que os americanos deram à Huawei é que isto não vai mesmo acontecer.

A Guerra vai ter lugar na Europa

Afastada do mercado americano a Huawei pisca o olho à Europa. É aliás no velho continente que o fabricante chinês se prepara para combater com a Samsung e a Apple. É verdade que a Huawei tem conhecimento que apesar de se estar a sair muito bem nos topos de gama, ainda não está suficientemente perto das concorrentes.

Ainda assim a quota de mercado da Huawei tem estado em constante crescimento e a não entrada no território americano traduz-se numa aposta total cá.

Considerando que no ano passado, embora durante um curto espaço de tempo, a Huawei conseguiu ultrapassar a Apple, estão reunidos todos os ingredientes para uma luta de titãs onde a escolha do vencedor vai depender das inovações tecnológicas e da forma como os fabricantes jogarem com o preço dos equipamentos e com os acordos com os operadores.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

1 comentário em “Huawei fecha a porta a Trump e prepara guerra na Europa”

Deixe um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.