Huawei faz all-in para os seus serviços ultrapassarem a Google


Por em

Desde maio de 2019, os EUA proibiram as empresas americanas de trabalharem com a Huawei. Com esta proibição, a Huawei não pode usar os serviços da Google. Como deve imaginar, isto tem um impacto significativo nos mercados estrangeiros da Huawei, especialmente no mercado europeu. Para tentar inverter esta situação, a empresa anunciou oficialmente que o seu primeiro smartphone 5G com Huawei HMS (Huawei Mobile Service) chegaria à Europa no dia 24 de fevereiro. Este também será um dos poucos smartphones Android sem GMS a entrar no mercado europeu.

Huawei faz all-in para os seus serviços ultrapassarem a Google

O presidente da Honor, Zhao Ming, disse numa entrevista que a Huawei e a Honor estão a trabalhar muito para colocarem os serviços móveis HMS em primeiro lugar. Ou seja, fica no ar a ideia de que os serviços móveis da Huawei devem ultrapassar a Google. No entanto, olhando para a distância atual entre os GMS e HMS, isto parece ser apenas um sonho.

Huawei faz all-in para os seus serviços ultrapassarem a Google

No entanto, o texto original não menciona o que Zhao Ming quis dizer com “primeiro”. Refere-se ao número de utilizadores? ao número de aplicações e serviços ou ao maior número de programadores?

Entretanto, no dia 1 de janeiro, o CEO da Huawei, Yu Chengdong, também referiu que em 2020 a Huawei vai desenvolver totalmente o ecossistema HMS. Dito isto, os responsáveis da Huawei na Europa afirmaram numa entrevista que, mesmo que os EUA levantem restrições, a Huawei não vai utilizar os serviços da Google no futuro.

Play Store para a Google

Os GMS são para muitos uma “maldição” indispensável para smartphones Android (exceto no mercado chinês). É também a chave para a Google poder controlar o mercado Android, ao mesmo tempo que o sistema operativo permanece livre e de código aberto. É por esse motivo que antes deste problema ter sucedido, ninguém pensava numa alternativa ao GMS.

Para já, a AppGallery da Huawei tem mais de 400 milhões de utilizadores mensais ativos, para além de 55.000 aplicações. Escusado será dizer que isto está muito longe do que os serviços da Google disponibilizam atualmente.

Agora que a Google deu a entender que todos os smartphones da Huawei podem ficar sem atualizações como pode ler aqui, isto é sem dúvida uma excelente notícia.

Leia também

Ou veja mais notícias de Android, Featured

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

IPTV Pirata – Está a apertar! Polícia Italiana denunciou 223 utilizadores

Tiro no pé? A Intel está a negar garantia caso faça OC e/ou use XMP

Seguinte