Inicio Android Huawei faz all-in para os seus serviços ultrapassarem a Google

Huawei faz all-in para os seus serviços ultrapassarem a Google

Desde maio de 2019, os EUA proibiram as empresas americanas de trabalharem com a Huawei. Com esta proibição, a Huawei não pode usar os serviços da Google. Como deve imaginar, isto tem um impacto significativo nos mercados estrangeiros da Huawei, especialmente no mercado europeu. Para tentar inverter esta situação, a empresa anunciou oficialmente que o seu primeiro smartphone 5G com Huawei HMS (Huawei Mobile Service) chegaria à Europa no dia 24 de fevereiro. Este também será um dos poucos smartphones Android sem GMS a entrar no mercado europeu.

Huawei faz all-in para os seus serviços ultrapassarem a Google

O presidente da Honor, Zhao Ming, disse numa entrevista que a Huawei e a Honor estão a trabalhar muito para colocarem os serviços móveis HMS em primeiro lugar. Ou seja, fica no ar a ideia de que os serviços móveis da Huawei devem ultrapassar a Google. No entanto, olhando para a distância atual entre os GMS e HMS, isto parece ser apenas um sonho.

Huawei faz a Google

No entanto, o texto original não menciona o que Zhao Ming quis dizer com “primeiro”. Refere-se ao número de utilizadores? ao número de aplicações e serviços ou ao maior número de programadores?

Entretanto, no dia 1 de janeiro, o CEO da Huawei, Yu Chengdong, também referiu que em 2020 a Huawei vai desenvolver totalmente o ecossistema HMS. Dito isto, os responsáveis da Huawei na Europa afirmaram numa entrevista que, mesmo que os EUA levantem restrições, a Huawei não vai utilizar os serviços da Google no futuro.

Huawei faz a Google

Os GMS são para muitos uma “maldição” indispensável para smartphones Android (exceto no mercado chinês). É também a chave para a Google poder controlar o mercado Android, ao mesmo tempo que o sistema operativo permanece livre e de código aberto. É por esse motivo que antes deste problema ter sucedido, ninguém pensava numa alternativa ao GMS.

Para já, a AppGallery da Huawei tem mais de 400 milhões de utilizadores mensais ativos, para além de 55.000 aplicações. Escusado será dizer que isto está muito longe do que os serviços da Google disponibilizam atualmente.

Agora que a Google deu a entender que todos os smartphones da Huawei podem ficar sem atualizações como pode ler aqui, isto é sem dúvida uma excelente notícia. Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

Polémica em The Mandalorian: adeus a personagem importante?

Não há como passar ao lado da fantástica série The Mandalorian. Claro que para alguns poderá não ser tão grandiosa. No entanto, para fãs...

Chegou o fim para quem tem um iPhone 6 ou 6S!

A Apple dá muito mais suporte aos equipamentos do que os concorrentes Android. De facto, recebem várias atualizações ao nível do sistema operativo. Só...

Xbox Series X vs PlayStation 5: só uma vence nas especificações!

A XBOX Series X e a PlayStation 5 já estão à venda em todo o mundo. A procura é muita, embora por questões de...

Fast and Furious acaba com a morte de Toretto? Como assim?

Tendo em conta a quantidade de filmes que já foram lançados e o tempo em que já se encontram no mercado, podemos realmente admitir...

OnePlus 9: imagens da capa revelam tudo o que faltava!

Faltam poucos meses para o lançamento da gama OnePlus 9. A propósito disto os leaks não param de chegar à Internet. Há alguns dias,...