À conversa com Michael Mao, o homem forte da Huawei em Portugal

A Huawei Store assinalou 1 ano em Portugal com um rebranding completo

54670
0
Share:

No dia em que se assinala o primeiro aniversário da loja Huawei em Portugal em parceria com a Phone House, no Centro Comercial Colombo, em Lisboa, este fabricante resolveu destacar o forte empenho da marca no nosso país.

Huawei em Portugal

Estabelecer uma ligação mais próxima e direta com os consumidores está no topo das prioridades, assim como garantir que os utilizadores obtêm a melhor experiência de utilização. No âmbito deste aniversário a Huawei efetuou o rebranding da sua loja no Colombo, mas as novidades não ficam por aqui, uma vez que a nova imagem se tem alargado aos diversos pontos de venda espalhados pelo país.

Ainda no âmbito desta data, simbólica para a marca, e tendo sempre como objetivo criar novas experiências ao consumidor, foi desenvolvido um programa especial de workshops de fotografia móvel com um fotógrafo profissional, na loja Huawei, nos próximos dia 28, 29 e 30 de Abril, disponível para todos os consumidores interessados.

Entretanto e à margem do evento alusivo ao rebranding da nova loja a Leak esteve à conversa com Michael Mao, responsável pela Huawei Consumer BG em Portugal, que nos falou dos principais destaques da gama P10, o segredo do sucesso da Huawei no mercado do consumo e ainda nos relevou uma novidade no campo da realidade virtual.

Bruno Fonseca – Quais os fatores principais que podem levar o consumidor a optar pelo P10?

Michael Mao – Efetuámos diversas melhorias na gama P10 ao nível do design e não só. Mas falando em primeiro lugar do aspeto estético adicionámos novas cores e melhorámos ainda mais o design do dispositivo. Dito isto, o primeiro fator que leva à compra são as cores o design. O segundo é sem dúvida a câmara que melhorou significativamente. Esta é a segunda geração do nosso protocolo de cooperação com a Leica. Em termos de imagem os resultados são surpreendentes, especialmente com a introdução de novos modos de fotografia, com destaque para o modo de retrato com a desfocagem do fundo, a tecnologia de deteção facial 3D e a captura precisa de todas as sombras e diferenças de luz. Tudo isto é muito atrativo para o consumidor. Por todas estas razões, não temos problemas em afirmar que neste momento somos número um ao nível da fotografia, no campo dos smartphones.

B.F. – O que tem estado na origem deste enorme crescimento da Huawei em Portugal ao nível do consumo?

M.M. – Talvez a nossa preocupação constante em melhorar experiências.  Estas experiências incluem o design, a tecnologia, o desenvolvimento e também o software. O nosso software é algo que agrada muito ao consumidor. Estamos presentes em mais de 50 lojas em Portugal e em todas elas o consumidor tem a oportunidade de interagir com os nossos produtos: – verem aquilo que nos distingue. E a opinião dos utilizadores tem sido muito positiva, o que nos deixa extremamente contentes. Os utilizadores estão satisfeitos com os nossos produtos e com a experiência que obtêm. Em paralelo, estamos sempre disponíveis para ajudar as pessoas a tirarem o melhor partido dos seus equipamentos.

B.F – Com a Realidade Virtual a merecer tanta atenção por parte de outros fabricantes, podemos esperar novidades por parte da Huawei?

M.M. – Essa é uma boa pergunta. A Huawei está a apostar forte no campo da investigação e desenvolvimento, sempre com a experiência de utilização em mente. O nosso objetivo é desenvolvermos produtos de nova geração e sobretudo novas tecnologias.

B.F. Essa resposta significa que podemos esperar novidades neste campo?

M.M – Sim.

Share:
Bruno Fonseca

Leave a reply