Houseparty vai dar 1 milhão a quem provar as irregularidades!

Com a rápida propagação de COVID-19, o contacto físico entre as pessoas e o ajuntamento de grupos para fins lúdicos passou a ser substituído pelas vídeo-chamadas. Afinal de contas, só aqui em Portugal já contamos com mais de 6000 infetados. E o número tende a crescer ainda mais durante os próximos tempos.

Dito isto, sabemos que com esta nova realidade muitas são as pessoas que utilizam a vídeo-chamadas para não perderem o contacto com os seus amigos ou familiares. E como tal, a plataforma Houseparty tem sido a que mais se tem destacado durante estes últimos tempos. Tornando-se desta forma uma das aplicações com mais downloads em vários países.

A plataforma Houseparty tem sido muito útil, mas dizem que também tem cometido algumas irregularidades! Roubar contas bancárias? Aceder a contas na Netflix e Spotify? Será isto mesmo verdade?

Com a fama e o reconhecimento a aumentar dia após dia, a plataforma vai-se tornando cada vez mais num alvo por parte de alguns hackers. E apesar de alguns utilizadores já terem afirmado que tiveram problemas com as suas contas na plataforma Houseparty ao fazerem vídeo-chamadas, a Epic Games desvaloriza por completo a situação afirmando que as acusações feitas nos últimos dias não têm qualquer fundamento.

Assim, a Epic Games recorreu ao seu Twitter para especular sobre o facto de a sua plataforma poder estar a ser alvo de uma difamação comercial. E como tal, está a oferecer 1 milhão de dólares à primeira pessoa que fundamentar as irregularidades que têm sido feitas durante os últimos tempos contra a Houseparty.

Houseparty irregularidades


Houseparty: afinal esta aplicação é mesmo perigosa ou não?


Em suma, até ao momento ainda ninguém conseguiu provar nenhuma das irregularidades contra a Houseparty. Portanto, aconselhamos a que continue a utilizar a aplicação e a fazer as vídeo-chamadas sem problemas. Também não deverá dar ouvidos a tudo o que é dito por aí nas redes sociais.

No entanto, estaremos atentos a este assunto e averiguaremos o desenrolar da situação.

Fonte

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário