Homeopatia – Terapia a partir de substâncias extraídas da Natureza!

homeopatia, medicamentos homeopáticos

A Homeopatia é um método terapêutico baseado em medicamentos produzidos a partir de substâncias extraídas da natureza. Estes podem ter diferentes etiologias.

  • Fundamentalmente, podem ser de origem vegetal, mineral e animal.

As matérias primas para a produção dos medicamentos homeopáticos denominam-se cepas. Surpreendentemente, existem cerca de 3.000 destas substâncias.

Em suma, a Homeopatia, enquanto método terapêutico, baseia-se, essencialmente, em três princípios, definidos por aquele que é conhecido como o pai da Homeopatia, o médico Samuel Hahnemann que são:

1. A lei da Semelhança “Similia Similibus Curantur”

Ou seja, os semelhantes são curados pelos semelhantes. Os sintomas de uma determinada doença são curados pela substância que provoca esses sintomas numa pessoas saudável.

Em suma, toda a substância capaz de provocar determinados sintomas num indivíduo são, faz com que estes desapareçam num organismo doente.

2. A lei da Infinitesimalidade

Essencialmente, os medicamentos homeopáticos são utilizados em doses de altas diluições, por duas razões fundamentais:

  • As substâncias utilizadas em “dose ponderal”, podem nalguns casos apresentar um grau de toxicidade capaz de maior ou menor agressão ao organismo do paciente. Dito isto, faz sentido para a homeopatia efectuar diluições sucessivas. Deste modo, anulamos os efeitos indesejáveis, enquanto a acção terapêutica se mantém.
  • A homeopatia afirma que quanto maior a diluição mais profundo e duradouro é o efeito do medicamento.

3. A lei Holística do Ser

A Homeopatia encara o ser humano duma forma global!

Sendo, por isso, o indivíduo estudado na sua totalidade.

O homem é considerado em todas as suas vertentes. Ele é o medo, a tristeza, a ansiedade… mas não só, pode ser visto como excitação sexual ou pelo contrário a ausência de libido.

É considerado a fadiga, as relações laborais, familiares, sociais, os distúrbios de memória. Também o sono é colocado em mesa, se é reparador ou não, a insónia, os sonhos, ilusões e delírios. O nível de sede e de apetite, as febres, dores de cabeça, estômago, as lesões orgânicas. Assim como os transtornos funcionais, os transtornos e traumas recentes e/ou passados.

  • Um medicamento homeopático é um medicamento obtido a partir de substâncias ou matérias-primas homeopáticas, de acordo com um processo de fabrico descrito na farmacopeia europeia, ou na sua falta, num Estado-membro.

A escolha da diluição…

A preparação de medicamentos homeopáticos envolve a utilização de quantidades mínimas de substâncias ativas (obtidas através de diluições e dinamizações sucessivas).

  • Em geral, as diluições mais baixas (5CH) são usadas para situações agudas, com sintomatologia local como uma picada de insecto ou um hematoma resultante de uma pancada.
  • As diluições intermédias (7CH ou 9CH) são usadas em situações com sintomatologia funcional como cãibras ou dores articulares.
  • As diluições mais altas (15CH ou 30CH) são recomendadas para sintomas nervosos e comportamentais como stress, ansiedade ou depressão e em doenças crónicas.

Como tomar…

No que diz respeito aos grânulos, glóbulos e gotas devem deixar-se dissolver na boca. De preferência debaixo da língua para uma absorção mais eficaz.

As gotas, idealmente, devem ser tomadas puras ou com uma quantidade pequena de água. Geralmente, aconselha-se tomar medicamentos homeopáticos fora das refeições, 15/20 minutos antes de comer ou uma hora depois.

Não é recomendável tomá-los imediatamente antes ou após uma refeição, nem engoli-los. O mesmo se aplica a substâncias altamente aromáticas como café, mentol ou tabaco, que influenciam a eficácia dos medicamentos homeopáticos ao condicionarem a sua correcta absorção.

Adicionalmente, não é recomendado o seu consumo imediatamente antes ou depois de tomar o medicamento.

Como medida de higiene, como com qualquer outra medicação, deve ser evitado tocar nos medicamentos homeopáticos com as mãos. Por essa razão, é aconselhável a utilização do aparelho de dosagem especial, a parte de cima do tubo, e despejar os grânulos da tampa directamente na boca.

Para bebés e crianças pequenas, o medicamento homeopático poderá ser dissolvido numa pequena quantidade de água, num copo ou num biberão, mas, sem aquecer. Uma nova solução deverá ser preparada a cada toma.

Segurança…

Todos podem tomar Homeopatia!

Pessoas de todas as idades podem tomar medicamentos homeopáticos. Isto inclui recém-nascidos, crianças pequenas, grávidas e lactentes, idosos e pessoas a fazerem outro tipo de tratamentos em simultâneo. Os medicamentos homeopáticos não têm toxicidade química, contra-indicações ou interações com outros medicamentos. Uma vez que o medicamento é altamente diluido, não apresenta efeitos adversos conhecidos. E até mesmo os animais podem ser tratados com homeopatia!

Boiron

A grande – Boiron – é o tubarão homeopático das farmácias. Existem essencialmente, 2 vertentes.

Primeiramente, a parte de medicação homeopática com indicação  que, inclusive, vem em acondicionamento muito semelhantes ao resto dos medicamentos.

Por outro lado, a Boiron também apresenta grânulos -os tradicionais! Numa grande generalidade, o homeopata prescreve grânulos (tipo de cepa e a diluição) enquanto os farmacêuticos tendem a dispensar e a aconselhar mais os medicamentos com indicação por se sentirem mais seguros.

Em suma, para grávidas ou amamentação, crianças, ou até indivíduos a fazer poli-medicação, a homeopatia pode ser rainha!

terapia

Obviamente que existe controvérsia sobre a eficácia destes medicamentos.. as opiniões divergem segundo a capacidade de acreditar naquilo que não vemos!

Joana Morais
Desde que me conheço a área da saúde sempre me fascinou, com grande foco na nutrição, desejando melhorar a minha qualidade de vida e a de quem me rodeia. Por isso, decidi enveredar pelo mestrado integrado em Ciências Farmacêuticas, Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.