Hands-on do Black Shark 2 chega à Internet e impressiona

No início do ano, a Xiaomi lançou o smartphone Black Shark como uma alternativa mais acessível ao Razer Phone. Depois deste último fabricante ter anunciando o seu smartphone de segunda geração – o Razer Phone 2 – a Xiaomi já está a trabalhar na resposta que chega sob a forma do Black Shark 2.

Depois deste equipamento ter aparecido na TENAA a revelar as principais especificações, eis que chegou à Internet um vídeo que revela o hands-on deste equipamento. Em traços gerais mostra o design do smartphone e revela alguns efeitos interessantes de iluminação no dispositivo.

Logo à partida o vídeo revela que o telefone virá com duas barras acesas em cada lado do chassis, esquerda e direita, logo abaixo do botão liga / desliga e dos controlos de volume. O vídeo revela um efeito de iluminação nas barras, que está em sintonia com a marca Black Shark na parte traseira.

Ao mesmo tempo revela também que este equipamento terá  uma configuração de câmara dupla na parte traseira que estará numa posição central superior. Na prática, é o mesmo que acontecia com o Black Shark original. Ao contrário do antecessor, o Black Shark 2 inclui um sensor de impressões digitais montado na parte traseira.

A listagem da TENAA do próximo Black Shark 2 revela que o telefone utiliza o número do modelo AWM-A0. Ele conta com um ecrã que tem a proporção de 18:9 e 5,99 polegadas. Destaca-se ainda a resolução de 1600 x 1080 pixéis. Embora muito interessante parece pouco provável que a empresa ofereça uma taxa de atualização de 120Hz semelhante ao que a Razer disponibiliza no seu novo telefone para jogos.

O telefone virá equipado com o processador Snapdragon 845 da Qualcomm, juntamente a placa gráfica Adreno 630 e a tecnologia de refrigeração líquida. A isto juntam-se 8 GB de RAM e 128 GB de armazenamento interno. Destaca-se ainda uma bateria de 4.000mAh com suporte para tecnologia de carregamento rápido.

Fonte