A China é definitivamente o grande país dos smartphones, e mesmo a internacionalizada Huawei faz apostas fortes no seu mercado doméstico, que não chegam de imediato à Europa. Neste caso, o Huawei Maimang 5, eventualmente o G9 que ficaremos a conhecer na IFA de Berlim, como o G8 em 2015.

As semelhanças entre os dispositivos são notórias quanto à estética e funcionalidades, pelo que a nossa aposta seria aí. E pensemos que, apesar de deixar o protagonismo para os Huawei P8 e Huawei Mate S, o Huawei G8 foi um dispositivo com características muito atraentes.

O Maimang 5 deve seguir a mesma lógica, com um ecrã FHD de 5.5 polegadas e vidro Gorilla Glass 2.5D. Ainda que o autor possa estar a cruzar os dedos para ecrãs 2K na Huawei, FHD não tem nada de errado.

O processamento fica a cargo de um Snapdragon 625 com 3GB de RAM e 32GB de armazenamento. Uma versão existirá com 4GB e 64GB de armazenamento expansível.

Destaque para o sensor de impressões digitais que, como vem sendo apanágio da Huawei, permite aceder a notificações e navegar no smartphone, e também autoriza pagamentos.

Gostamos particularmente da bateria de 3,340 mAh que, com estas especificações, parece bastante generosa. Deverá ser igualmente capaz de carregamento rápido com a porta USB-C 2.0. 

E não esquecer a câmara principal de 16MP, capaz de vídeo 4K, que ainda traz estabilização óptica de imagem. Esta é uma excelente notícia, na verdade, já que a OIS faz sempre alguma diferença.

Prateado, rosa dourado e dourado champanhe serão as três opções de cor disponíveis, com a versão dourada a chegar primeiro ao mercado. Os preços variam, com a versão de 4GB a pedir cerca de 350€.

Quanto à conectividade, teremos de esperar para confirmações mais concretas, pois embora a capacidade 4G seja garantida, para já só a China Mobile tem o exclusivo da VoLTE. O sistema operativo será o Android Marshmallow.

Via

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.