Google TV: não há concorrência para a nova plataforma!

A Google agarrou no Chromecast e deu-lhe um novo design, um comando inteligente e uma nova interface. Isto foi logo um passo no caminho certo. Mas só isso não basta para competir com outros serviços como a Apple TV. É preciso também uma boa plataforma que garanta ao máximo de entretenimento possível. Nesse campo é onde a Google TV ganha. É que neste momento é sem dúvida a única plataforma que corre a grande maioria de serviços de streaming. Assim podemos afirmar que neste momento não há concorrência para a Google TV.

Google TV concorrência

Google TV: não há concorrência para a nova plataforma!

Se neste momento o Chromecast já está a dar uma bela ajuda para popularizar a Google TV, em breve vai ser ainda muito melhor. É que fabricantes como a Sony e a TCL vão adotar este sistema para as suas televisões. Para além disso há uma grande mais valia. É que recentemente esta plataforma recebeu o suporte para as apps Apple TV e IMDb. Assim não falta mesmo nada.

Google TV concorrência

Diversidade é o segredo do sucesso

Estudos recentes afirmam que a maioria das pessoas não tem apenas um serviço de streaming. Por exemplo, no caso dos Estados Unidos, metade da população tem acesso a pelo menos quatro. Já 21% utiliza seis ou mais. De facto, esta adesão é tão grande que algumas pessoas já nem subscrevem a TV tradicional. Ora considerando tanta variedade em termos de serviços faz sentido haver algo que os suporte a todos.

Google TV concorrência

Uma forma de disponibilizar conteúdos a pensar no utilizador

O Chromecast com Google TV faz uma coisa muito bem. Em vez de se centrar nas plataformas propriamente ditas, concentra-se nos conteúdos. Assim dá destaque aos filmes e séries de TV que estão em todos os serviços, em vez de separar tudo por plataformas. Claro que dá para navegar pelas aplicações em separado à procura de algo para ver. No entanto esta forma é muito melhor já que nos dá acesso a conteúdos ainda mais variados.

Filmes e séries são os grandes destaques

Como referi acima o Google TV junta tudo e aposta numa boa organização. Assim, temos separadores dedicados para a pesquisa, sugestões personalizadas, filmes, séries, aplicações e biblioteca. Temos também diferentes filas que facilitam a nanegação. Uma que dá acesso aos destaques principais e que funciona através do algoritmo da plataforma. Temos também as nossas apps, continuar a ver, em destaque na Google e outra que mostra o que guardámos recentemente.

Google TV concorrência

A Google está no ADN da Google TV

O Chromecast com a Google TV está integrado no ecossistema Google. Ou seja, aproveita da melhor forma a pesquisa, o YouTube TV e ainda os dispositivos deste fabricante.

Graças a isto e centrando-nos na pesquisa pode encontrar rapidamente o que queremos. Não só ao nível de séries e filmes como de todos os elementos que as compõem. Ou seja, informações sobre atores, cenários e muito mais.

Entretanto a integração também se dá a outros níveis. É possível adicionarmos alguma coisa que encontremos no smartphone à lista para ver mais tarde da Google TV.

Se esta plataforma já é boa com o passar do tempo e a integração nas TVs vai ficar ainda melhor. Sinceramente é o serviço mais completo e começando a popularizar-se a sério em todo o mundo, não há concorrência para a Google TV.

Nem as crianças foram esquecidas

A partir de agora já vamos ter perfis infantis para a Google TV. Isto era algo muito esperado. De facto, as pessoas têm vindo a pedir a funcionalidade multi-perfis para a Google TV desde que esta plataforma está a funcionar. Agora já a recebeu, mas de outra forma. Seja como for é sempre uma mais-valia. Tudo porque os pais vão poder escolher quais as apps a que os filhos acedem e verificar a sua atividade.

Google TV concorrência

A Google também incluiu alguns temas para crianças como Under the Sea, Dinosaur jungle e Space travel. Pelo menos é o que está mencionado no post oficial no blog da Google.

Há também uma nova funcionalidade de tempo no ecrã que permite aos pais gerir quanto tempo os filhos ficam à frente da TV. Assim pode definir limites diários e horários para deitar. Quando o tempo estiver quase a chegar ao fim surge um painel a referir que “o tempo está a acabar”. Entretanto e para que tudo decorra com a maior segurança o seu perfil passa a ter um pin. Isto para que o seu filho não vá lá aumentar as permissões.

Google TV concorrência

A Google também incluiu estatísticas sobre quanto tempo o seu filho passa em frente a cada aplicação que utiliza e também pode restringir e permitir o acesso a determinadas aplicações através do seu telemóvel.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Windows 11: problema de velocidade com a AMD está resolvido!

O Windows 11 chegou com um bug que fazia com que os computadores com processadores AMD ficassem com problemas de desempenho, sobretudo nos jogos...

Natal de 2021 pode ser sem smartphones! Escassez aumenta!

Os fabricantes de smartphones não estão a ter uma vida fácil e de facto podemos dizer que se preparam para atravessar uma situação muito...

O kit de memória RAM DDR5 mais estranho é da Galax

Hoje em dia, as fabricantes de componentes de alta performance para o mundo dos PCs, têm de arranjar designs interessantes na parte visual, mas...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!