Inicio Google Play Store prepara-se para voltar aos smartphones Huawei

Google Play Store prepara-se para voltar aos smartphones Huawei

Em breve, a Huawei poderá aceder a parte de tudo o que necessita dos EUA. Ou seja, a Google Play Store prepara-se para um regresso. Isto de acordo com uma notícia publicada no início desta semana no New York Times. A história é simples e já a deve conhecer muito bem. A Huawei foi colocada na Lista de Entidades do Departamento de Comércio dos EUA por motivos de segurança. Ser colocado nesta lista proibiu o fabricante chinês de aceder a componentes e software da cadeia de suprimentos nos EUA.

Apenas para ter uma ideia deste necessidade, em 2018, a empresa gastou 11 mil milhões em suprimentos baseados nos EUA. A proibição impede a Huawei de licenciar os Google Play Services do Android, juntamente com as principais aplicações deste fabricante, como a Play Store, Mapas, Pesquisa, Gmail e YouTube, entre outros. Como resultado, a recém-anunciada gama Mate 30 da Huawei utiliza uma versão de código aberto do Android com a própria loja da aplicações, a App Gallery, da Huawei.

Google Play Store prepara-se

Google Play Store prepara-se para voltar aos smartphones Huawei

A Huawei previa inicialmente que enviaria 300 milhões de smartphones para superar a Samsung e a Apple e se tornar na maior fabricante de smartphones do mundo até o final deste ano. Mas sem os Google Play Services do Android nos equipamentos tecnologicamente mais avançados do ano, espera-se que as vendas fora da China acabem por sofrer com isso.

Apesar de ter ultrapassado a Apple nos primeiros seis meses de 2019, o gigante da maçã tem superado as expectativas com a família iPhone 11. Entretanto, a Huawei continua a mostrar um crescimento incrível no mercado interno. No entanto, não será suficiente para elevar a Huawei acima do terceiro lugar até que a proibição seja suspensa.

Google Play Store prepara-se
Mate 30 Pro com o seu ecrã Waterfall

Entretanto uma notícia do New York Times afirma que, numa reunião realizada na semana passada, o presidente dos EUA, Donald Trump, ordenou às autoridades que dessem a certas empresas americanas a “luz verde” para começar a enviar suprimentos para a Huawei. Isto pode não significar nada mas também pode significar tudo.

Depois de Trump se reunir com o presidente chinês Xi Jinping no final de junho, Trump alegou que a China começaria a comprar quantidades “tremendas” de produtos agrícolas dos EUA e, como resultado, “as empresas americanas podiam vender os seus equipamentos para a Huawei”.

Falamos claro de equipamentos nos quais não há grandes problemas de segurança nacional.

Isto confirmou a opinião de muitos de que a Huawei estava a ser usada como moeda de troca pelos EUA para obter termos favoráveis ​​em qualquer novo acordo comercial com a China. Entretanto, como se viu, a China nunca comprou produtos agrícolas adicionais de agricultores dos EUA, e o governo Trump nunca permitiu que a Huawei acedesse a “equipamentos dos EUA”, como o presidente os chamava.

Google Play Store prepara-se

Agora, Trump vai permitir que algumas empresas dos EUA enviem suprimentos para a Huawei. Dito por outras palavras, a Huawei poderá em breve obter a licença para usar os Google Play Services.

Entretanto a notícia do New York Times revela algo mais. Apesar da proibição, existem algumas empresas americanas que conseguem enviar produtos para a Huawei rotulando-os como não americanos.

Os EUA consideram a Huawei uma ameaça à segurança nacional. Isto devido a uma lei na China que permite ao governo exigir que a empresa recolha informações em seu nome. Isto levou muitos a especular que os smartphones e equipamentos de rede da Huawei contêm um backdoor que envia informações sobre empresas e consumidores dos EUA para Pequim. A Huawei sempre negou isto. Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

Samsung Galaxy F41 chega amanhã! O que há de novo?

Passou cerca de uma semana desde que os rumores começaram a circular. A Samsung vai mesmo apresentar um novo equipamento Galaxy F num futuro...

Oops? Jogadores estão a comprar a Xbox One X em vez da Series X

Só para ter noção do que está a acontecer, as vendas da Xbox One X aumentaram 747% na Amazon... Ou seja, os jogadores menos...

WhatsApp recebe imagens autodestrutivas! Veja como funciona

O WhatsApp tem estado a testar uma novidade de imagens autodestrutivas nos últimos meses. As primeiras provas surgiram pela primeira vez no início deste...

Windows 10 recebe patch com lista monstruosa de correções

Depois da pequena lista de correções de bugs do Patch Tuesday de setembro para a atualização do Windows 10 de outubro de 2020 (versão...

Android 11 na TV: o que está presente na nova versão!

A Google está a acompanhar o lançamento do Android 11 com muitas novidades. Dito isto, foi lançada uma nova versão do Wear OS, o...