Parece que as más notícias ainda não terminaram para os possuidores do mais recente topo-de-gama da Google – o Pixel 4. Para além de ter um ecrã que só funciona com a frequência de 90Hz em algumas ocasiões e baixa para os 60Hz noutras, parecem haver novas limitações neste equipamento. Problemas no ecrã? Não serão já problemas a mais?

Google Pixel 4: afinal há mais uma espécie de problemas no ecrã!

O editor do conhecido fórum XDA Developers detetou que o brilho máximo do Google Pixel 4 é de apenas 450 nits. Ou seja, uma capacidade de brilho muito menor, comparativamente a outros topos de gama de 2019. Apenas para comparar, a maioria dos topos de gama de 2019 tem uma capacidade de brilho entre os 600 e os 700 nits.

Isto leva-nos a pensar que talvez o topo-de-gama da Google não tenha o brilho suficiente para uma boa utilização no exterior, especialmente com luz solar direta à mistura. Se assim for, porque motivo a Google apostou neste brilho mais baixo?

A verdade é que o ecrã do Pixel 4 não fica nada atrás dos outros topos de gama. Esta é a boa notícia. A má é que parece existir um problema ao nível do software.

A Google está de facto a limitar o brilho do dispositivo com o objetivo de poupar bateria.

O motivo é simples. É que a quarta geração do Pixel veio com uma bateria de 2800mAh. Pessoalmente acho isto inacreditável e é de facto das capacidades mais pequenas que temos visto nos últimos anos. É que a maioria dos fabricantes tem apostado recentemente nos 4000 mAh. Isto até nos gama média.

problemas no ecrã

As limitações de software aplicadas pela Google são ainda mais óbvias quando vemos vídeos HDR. Nessa altura, o Pixel esquece os limites e passa para um brilho completo. Isto para mostrar o maior alcance dinâmico possível. Quando deixamos de ver os vídeos voltamos a uma capacidade de brilho máxima de 450 nits.

No entanto há boas notícias para quem não gosta desta limitação no brilho!

É que agora é possível modificar-se o kernel para permitir selecionar as definições de brilho. No entanto, para que isto aconteça são necessários privilégios de root o que invalida a garantia.

Com esta definição é possível ativar sempre os 610 nits. No entanto, vai-se notar uma grande diminuição na pequena bateria.

Leia também:

Android vs iOS – Qual é o melhor sistema operativo do mercado?

Fossil Gen5 – Finalmente! Um peso pesado para o mercado WearOS

Xiaomi Mi 9T Pro – Faz sentido comprar smartphones de 1000€?

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.