Google já estendeu a passadeira aos ecrãs dobráveis

Os telemóveis com ecrãs dobráveis ​​podem nunca passar de um produto de nicho. No entanto, considerando que a Google tem de lidar com uma enorme fragmentação do sistema operativo Android devido a tantas discrepâncias que existem entre os diferentes dispositivos, é normal que o gigante dos motores de busca comece a tentar garantir ainda mais uniformidade. Apoiar a Samsung e o ecrã dobrável pode ser um bom ponto de partida.

Um apoio oficial da Google

ecrãs

De facto, a Google anunciou hoje no Android Developer Summit, que o Android vai apoiar oficialmente a categoria de dispositivos “Dobráveis”. Assim, o vice-presidente de engenharia Dave Burke afirmou que a Google pretende melhorar o sistema operativo “para aproveitar esta novidade com o mínimo de trabalho necessário.”

Além deste anúncio, não são conhecidas mais especificidades.

Os ecrãs dobráveis estão a caminho de vários fabricantes

No entanto, o blog Android Developers abordou algumas coisas. São exemplo disso, o facto de que os dispositivos dobráveis ​​estão a caminho de vários fabricantes Android como a Samsung.

“Existem duas variantes”, explica o post. “Dispositivos de ecrã duplo e dispositivos de ecrã único. Quando dobrados, são parecidos com um telemóvel normal e cabem bem no bolso ou carteira. Quando desdobrados, a característica definidora é o que chamamos de continuidade do ecrã. Por exemplo, inicia um vídeo com o ecrã dobrado – e depois pode sentar-se e desdobrar o dispositivo para obter um ecrã parecido com o tablet.

“À medida que abre o equipamento, a aplicação é transferida, sem problemas, para o ecrã maior sem perder o ritmo. Estamos a otimizar o Android para aproveitar isto do melhor modo. A ideia é criar novas experiência e agradar aos utilizadores. ”

Resumindo, o que a Google vai fazer para oferecer suporte para os telemóveis dobráveis é lançar o sistema de continuidade do ecrã que mencionámos acima.

Muitas questões e poucas respostas

No entanto, segundo o site The Verge, a empresa ainda não está pronta para discutir algumas das questões mais fundamentais. Será que a Google vai criar um ecrã inicial padrão para dobráveis?”. “Será oferecido um melhor suporte para arrastar e soltar uma app num ecrã maior? Será necessária uma licença especial do sistema operativo Android para os fabricantes criarem um smartphone dobrável?”

São tudo questões que serão respondidas nos próximos dias.

Entretanto pode ler aqui tudo sobre o novo smartphone dobrável da Samsung.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.