Novas pastas no ecrã principal.

De acordo com o The Telegraph, a Google estará em negociações com diversas operadoras, quanto ao lançamento, até ao final do ano, de um smartphone Google.

Esta é uma movimentação que se vem falando já há algum tempo e que vê o gigante de Mountain View a procurar ter mais controlo, quer do seu próprio software, quer do hardware. Por isso, o novo smartphone Google não será meramente um Nexus, como os actualmente em circulação e fabricados pela LG e Huawei, ou os futuros, que se dizem ser fruto da HTC.

Pelo contrário, será um produto estritamente Google, como o Pixel C. Isto permitirá à Google controlar melhor a interacção entre software e hardware para obter melhores performances, e actualizar mais rapidamente o dispositivo.

Um problema constante do Android é mesmo como a sua utilização transversal a milhares de dispositivos, especificações e interfaces, gera grandes flutuações de performance e segurança. Com o seu sistema fechado, a Apple consegue de facto uma melhor experiência de utilização por comparação a dispositivos Android com hardware mais potente.

Da nossa experiência com dispositivos como o BQ Aquaris Android One ou o LG Nexus 5X, o Android tende a ter melhor desempenho quando o Android é deixado na sua versão mais básica.

Mas para se tornar realmente atraente, o futuro Google terá de ver a Google a melhorar substancialmente as capacidades base do Android. Afinal, as mais recentes indicações deixam pouca esperança quanto a funcionalidades de raíz no próximo Android, como por exemplo Force Touch.

Outras questões se levantam, afinal a notícia chega pouco depois da Huawei confirmar estar a desenvolver o seu próprio sistema operativo. Poderá a Google, não só competir com Google, mas igualmente competir com os parceiros Android, sem criar desagregação no sistema?

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.