Google vai usar smartphones Android na detecção de terramotos

A Google tenciona adaptar smartphones Android como minis sismómetros para detectar terramotos. Durante um desastre natural, alguns segundos podem literalmente fazer a diferença entre a vida e a morte. Nesse sentido a Google anunciou a intenção de transformar dispositivos Android em minis sismómetros.

Google vai usar smartphones Android na detecção de terramotos

Estes podem ser usados ​​para emitir um aviso para outros dispositivos na região quando for detectado um tremor.

Os smartphones modernos incluem uma grande variedade de sensores, um dos quais é um aceleómetro para detectar movimento. É com esse sensor que a Google está a contar para o Android Earthquake Alerts System.


Tens um Android? Lê como instalar o Google Phone.


 

Android terramotos

Como funciona?

Quando o acelerómetro num smartphone Android deteta um movimento consistente com um terramoto. É enviado um sinal para o servidor de deteção de terramotos da Google juntamente com informações de localização. Se muitos smartphones enviarem um sinal simultaneamente, o sistema pode interpretar isso como uma actividade sísmica válida. Uma vez totalmente implementado, emitir um aviso aos utilizadores nas áreas afectadas e adjacentes.

A ideia é proporcionar aos que estão mais distantes do epicentro tempo para se protegerem antes que as ondas os alcancem.

A visão definitiva da Google para o seu sistema de alerta de terramotos baseado em Android ainda está muito longe de estar pronta. A propósito disto veja este vídeo.

A partir de agora, as partes interessadas de todo o mundo podem optar pelo Android Earthquake Alerts System. Deste modo começam a usar os seus telefones como minis sismómetros para enviar dados ao Google. “Para começar, usaremos essa tecnologia para compartilhar uma visão rápida e precisa da área afetada na Pesquisa Google”, disse Marc Stogaitis, engenheiro de software principal do Android.

“Ao pesquisar“ terramoto ”ou“ terramoto perto de mim”, encontrará resultados relevantes para a sua área, juntamente com funcionalidades úteis sobre o que fazer após um terramoto”, acrescentou Stogaitis.

Por enquanto, os residentes na Califórnia receberão alertas através de uma parceria com o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) e o Gabinete de Serviços de Emergência do Governador da Califórnia (Cal OES) que é alimentado por ShakeAlert, um sistema de alerta precoce existente que recebe seus sinais de mais de 700 sismómetros já instalados em todo o estado.

Entretanto de acordo com o The Verge, o mecanismo de detecção do Android só funcionará em dispositivos que estão ligados e não em uso, o que limita bastante a sua eficácia. Assim será implementado através dos Serviços do Google Mobile, o que significa que não vai funcionar em regiões como a China que não usam os serviços do Google.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco nos comentários em baixo .

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Google TV vai dar canais premium de borla mas há um requisito!

O Google TV está realmente fantástico. Tem uma interface bem conseguida e que nos dá um rápido acesso a tudo aquilo que procuramos. No...

Netflix processada por causa de uma das séries mais vistas!

Tendo em conta que existem montes de séries na Netflix que foram realmente capazes de conquistar meio mundo, a verdade é que podem também...

Atenção para quem vai jogar FIFA 22! Existem 3 novos ícones!

Tal como acontece todos anos, parece que foram apresentados novos jogadores que de certa forma merecem ficar marcados no mundo do futebol. Sendo que...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!