Gigabyte está a planear despedir e cortar nas despesas


Por em

O site DigiTimes, veio a público afirmar que a Gigabyte está a trabalhar arduamente para recuperar dos desapontantes resultados financeiros de 2018! Até porque, as expectativas para o mercado de placas gráficas e motherboards de 2019, não são as melhores…

Aparentemente, a empresa vai tentar resolver os seus problemas, ao cortar no orçamento de marketing, e despedindo uns quantos trabalhadores

Curiosamente, os empregados a serem despedidos, são do departamento de desenvolvimento de motherboards. Um mercado quem em 2019, irá sofrer ainda mais, com uma queda na procura.

Assim, para dar um contexto da situação, um pouco mais detalhado… Enquanto a Gigabyte vendeu cerca de 16 milhões de motherboards em 2016. Em 2019, o objetivo é vender 10 milhões de unidades!

Quanto às placas gráficas, a empresa tem de lidar com um mercado, em que o mining passou de moda, e que se encontra agora em normalização. Portanto, em 2019, o número de vendas de placas gráficas, deverá equivaler ao número de 2016, cerca de 3.5 milhões de unidades. (Em 2017 foram vendidas 4.8 milhões de placas)

Em paralelo, a Gigabyte também tem trabalhado imenso na produção de artigos ‘Premium’, como a motherboard Gigabyte Z390 Aorus Xtreme Waterforce, que tem o estonteante preço de 1049€ na Europa. Em suma, provavelmente a estratégia da fabricante passa por apostar nestes produtos, bem como numa renovada linha de periféricos Gaming, para ultrapassar este periodo mais difícil.


Depois da queda do Mining, Gigabyte encontra-se em dificuldades

Gigabyte está

A Gigabyte, tal e qual como a maioria dos fabricantes de placas gráficas, apostou forte na ‘loucura do mining’ para vender mais e mais hardware!

Afinal de contas, era uma conta fácil de fazer! As pessoas queriam placas gráficas, e a GIGABYTE é muito boa a fabricá-las e vendê-las… O problema é quando a procura desaparece.

A GIGABYTE não tem qualquer acordo de exclusividade, a empresa fabrica placas gráficas tanto para a NVIDIA como para a AMD. Por isso, fazia todo o sentido apostar no mercado, visto que as placas gráficas simplesmente voavam das prateleiras.

Pois bem, de acordo com o site ‘DigiTimes‘, a GIGABYTE vai ter um resultado negativo no último trimestre do ano. Devido a acumulação de muito inventário. Bem como, alguns problemas com as dificuldades de produção nas novas NVIDIA RTX 2080 Ti.

Leia mais aqui.

Leia também

Ou veja mais notícias de Featured, Hardware

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

WhatsApp ganha mais segurança mas para já só no iOS

Parece que a Switch vai obrigar a Sony a lançar a PS5 mais cedo!

Seguinte