Inicio outros Febre do Pokémon Go divide internautas nas redes sociais

Febre do Pokémon Go divide internautas nas redes sociais

A febre do Pokémon Go já invadiu as redes sociais, mas está a dividir os internautas. Um estudo realizado pela E.Life – empresa de Inteligência de Mercado e Gestão de Relacionamento nas Redes Sociais – na última semana, de 11 a 19 de julho, a uma amostra de 23 mil tweets, revela que, 45 por cento das referências têm uma conotação negativa. Os comentários positivos surgem logo em segundo lugar, com um total de 41 por cento das menções, enquanto os neutros se situam nos 14 por cento.

Realizada no Twitter, a comentários feitos exclusivamente em língua portuguesa, a análise demonstra que, a nível nacional, foram registados aproximadamente 2.000 menções (nove por cento da amostra total). No que diz respeito a estes nove por cento, as reações negativas superam as positivas, com valores a rondar os 46 e 40 por cento, respetivamente. A percentagem de internautas que falam sobre o assunto, mas que mantêm uma postura neutra, situa-se nos 15 por cento.

Os termos “jogo”, “jogar” e “vídeo” são alguns dos mais mencionados nos tweets realizados, referências que assumem maioritariamente uma conotação negativa. “Só vejo pessoas a jogar Pokémon Go” é um dos comentários mais frequentes. Destaque, ainda, para os utilizadores que admitem que criticavam o jogo, mas que, depois de o terem descarregado, ficaram viciadas. Alguns internautas questionam, ainda, se serão a única pessoa a não jogar Pokémon Go.

Internautas brasileiros “desesperam” para jogar Pokémon Go

O estudo demonstra, ainda, que os utilizadores brasileiros têm usado, na última semana, as redes para expressar o seu descontentamento pelo facto de não poderem descarregar o jogo. No total, 22 por cento dos tweets registados referem o termo “Brasil”, um dos países que ficou de fora dos primeiros lançamentos. A decisão tem levado os internautas ao desespero, que chegam mesmo a implorar para que o jogo chegue rapidamente ao mercado brasileiro. “Não aguento ver estes vídeos do Pokémon Go e não poder jogar” e “Só quero o Pokémon Go no Brasil rápido” são apenas dois dos comentários recolhidos nos últimos sete dias. Refira-se que o estudo foi efetuado com recurso ao Buzzmonitor, plataforma da E.Life para monitorização e análise de social media. Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Quer receber notificações gratuitas no seu smartphone ou computador sempre que lançamos um novo artigo? Clique aqui.

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Patricia Fonseca
Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Leia também

Discos rígidos de 20 TB em Dezembro! 50 TB em 2026

É provável que conheça a Seagate, afinal de contas, estamos a falar de uma das mais populares e velhas fabricantes na indústria do armazenamento....

Já sabemos o que valem os novos Ryzen 5800X e 5950X!

Estamos muito perto da chegada dos novos Ryzen 5000 ao mercado, aliás, talvez mais interessante que tudo isto, estamos a horas do lançamento das...

iPhone 12 e iPhone 12 Pro estão a ganhar muitos riscos no ecrã!

A gama Apple iPhone 12 está no mercado há cerca de quatro dias e já houve vários relatos sobre esses smartphones. De acordo com...

Novo update do Windows 10 remove uma tralha especial!

A Microsoft disponiblizou um novo update para o seu sistema operativo. Assim surge no catálogo de atualização e remove uma tralha específica do Windows...

A NVIDIA está com medo da AMD Radeon RX 6800 XL!

Isto parece um bocado 'parvo'... Mas mesmo com uma profunda dificuldade na resposta à atual procura do mercado, tudo indica que a NVIDIA já...