As cinco coisas que tem mesmo de fazer no seu automóvel!

Todos querem o seu automóvel a funcionar da melhor forma possível e a verdade é que na maioria dos casos isto não é uma questão de sorte. De facto, tudo depende da forma como tratamos do nosso carro. Sobretudo porque a velha máxima do pôr gasolina e andar, por si só, não é suficiente. Assim há pelo menos cinco coisas que tem de fazer no seu automóvel!

As cinco coisas que tem mesmo de fazer no seu automóvel!

Inspecionar o nível do óleo do motor

Manter o nível do óleo do motor adequadamente elevado e garantir que não existem contaminantes no óleo é um passo vital na manutenção do seu automóvel. É por isso que muitos especialistas lhe dirão para mudar o óleo do motor do seu automóvel a cada 5.000 a 7.500 quilómetros. Antigamente, a regra geral para os automóveis era mudar o óleo do motor de três em três meses. No entanto muitos automóveis das últimas duas décadas não necessitam de uma mudança de óleo com esta frequência.

melhor óleo para o motor

Seja como for não perde nada em verificar o nível do óleo do motor a cada 2000 kms. Não é provável que precise de ser substituído, mas pode ter havido uma fuga sem o seu conhecimento. Basta uma junta gasta ou uma peça instalada incorretamente para que haja uma fuga. Pode verificar o nível do óleo do motor levantando a vareta e verificando se está dentro do intervalo de quantidade recomendado. Se notar que está mais baixo do que deveria, procure sinais de fuga.

Verifique se o líquido de arrefecimento precisa de ser atestado

O sistema de arrefecimento do seu automóvel é tão importante como a sua lubrificação. Mais precisamente, o líquido de refrigeração também faz parte da lubrificação do seu automóvel. Depois de verificar o óleo do seu automóvel, a próxima coisa que deve fazer é verificar se o líquido de refrigeração está a acabar.

- Advertisement -

melhor óleo motor automóvel

Algumas pessoas recomendam que verifique o seu líquido de refrigeração todas as semanas; não há nada de errado nisso. Mas, a menos que faça frequentemente viagens longas ou passe muito tempo na estrada, pode limitar a inspeção do líquido de refrigeração a cada 2000 kms. Escolha um dia no intervalo de quilómetros, abra o compartimento do motor e olhe para o reservatório do líquido de refrigeração. Normalmente, é um recipiente transparente com um tubo que vai até ao motor. Também tem marcas de nível mínimo e máximo, que pode utilizar para saber quando está a ficar sem líquido de refrigeração.

Procure lâmpadas fundidas no exterior

As lâmpadas morrem; é uma parte inevitável da sua vida. Muitos automóveis modernos têm uma forma de o informar quando uma das lâmpadas exteriores morre. Alguns podem fazê-lo através do sistema de infoentretenimento ou do painel de instrumentos, mas uma das formas mais populares é o som rápido do pisca-pisca que se ouve quando se usa um sinal de mudança de direção. Este som indica que o sistema de luzes de mudança de direção do automóvel está a utilizar menos energia do que deveria – o que frequentemente significa que uma lâmpada está fundida.

As lâmpadas exteriores que não são de faróis são uma caraterística de segurança de condução subestimada mas importante. Existem para manter a sua condução previsível para que os outros condutores possam antecipar o seu próximo passo. Por exemplo, as luzes de travão indicam aos outros quando está a parar e os sinais de mudança de direção indicam aos condutores que está prestes a fazer uma curva. Por isso verifique isto.

Verifique correias e tubos

Os automóveis podem parecer uma tecnologia avançada, mas simples correias, polias e tubos alimentam a maior parte deles. E estas coisas, como todas as coisas, podem falhar. Uma vez que são maioritariamente feitas de borracha ou de compostos semelhantes à borracha, são especialmente propensas ao desgaste, apesar de serem vitais para o funcionamento de um veículo.

ruídos no carro

Verifique se existem fissuras, desgaste e fugas aproximadamente a cada 2000 quilómetros. Se as negligenciar, podem causar avarias bastante graves nos locais mais improváveis.

Medir a pressão dos pneus 

Os pneus são outra parte integrante do seu automóvel que necessita de uma inspeção frequente. A rotação dos pneus recebe frequentemente toda a atenção, mas deve verificar a pressão dos pneus com a mesma frequência com que verifica os sinais de desgaste dos pneus. A pressão insuficiente (ou excessiva) leva a um mau manuseamento, reduz a vida útil dos pneus e aumenta o desgaste irregular.

barulho no carro, alinhar a direção do automóvel

Consulte o manual do seu automóvel para saber qual é o melhor PSI para os seus pneus e obtenha um medidor para verificar se os pneus se mantêm nesse intervalo. É improvável que a pressão dos seus pneus mude drasticamente todos os meses, mas quando isso acontecer, ficará grato por o ter detectado a tempo. Também pode ser uma boa forma de detetar fugas e furos no pneu.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.