As quatro coisas que tem de fazer com o seu frigorífico! 

As redes sociais dão-nos, muitas vezes, excelentes soluções para os problemas mais comuns. Aliás o TikTok, o Facebook ou o Reddit são um excelente exemplo disso. Dito isto, quando visitamos grupos especialmente dedicados à poupança de energia ou até às limpezas conseguimos descobrir grandes truques que tornam a nossa vida mais fácil. Estas são as quatro coisas que tem de experimentar no seu frigorífico!

As quatro coisas que tem de fazer com o seu frigorífico! 

Há truques que vale realmente a pena experimentarmos. Não só porque nos permitem poupar energia e todos gostamos de reduzir a conta da luz, mas também porque podem salvar a nossa saúde.

Para reduzir a conta da luz

Existe uma coisa que faz com que o frigorífico gaste mais. A temperatura que está no interior e não estou a falar da regulação de quaisquer botões. Para que não haja um grande gasto energético é necessário que a temperatura no interior se mantenha mais ou menos constante. Ou seja, sem grandes oscilações.

O problema é que qualquer coisa provoca esta oscilação. Basta abrirmos a porta durante algum tempo ou colocarmos um alimento no interior que não esteja demasiado frio. Isto já para não falar das pessoas que têm filhos mais novos que gostam de abrir o frigorífico para descobrirem qual a próxima coisa que vão comer a seguir. No entanto não é preciso termos filhos para os gastos aumentarem.

As quatro coisas que tem de fazer com o seu frigorífico! 

Felizmente há uma forma de contornarmos isto.

Uma das dicas que muitas pessoas referem é que a melhor forma disto acontecer é mantermos sempre o frigorífico bem cheio. No entanto a verdade é que isto, nos tempos que correm, não é muito fácil de se fazer. Assim existe um grande truque em que não vamos ter de gastar balúrdios no supermercado para encher o frigorífico mas ainda assiom vai fazer o mesmo efeito.

A solução passa por utilizarmos garrafas cheias de água para enchermos o frigorífico de uma forma geral. Isto vai ajudar a que ele mantenha a temperatura, mesmo que se abra a porta algumas vezes, ou menos no caso, da eletricidade falhar durante um curto período de tempo. Assim o interior estará sempre à mesma temperatura, e o frigorífico não terá de voltar a trabalhar a toda a força para compensar qualquer alteração. Com esta medida a poupança na conta da luz será significativa, sobretudo ao final do ano.

Para não ter surpresas com a sua saúde

Quando vamos de férias ou passamos, por questões de trabalho, alguns dias fora não sabemos muito bem o que se passa na nossa casa. Sobretudo se não estiver lá alguém. Dito isto, regressamos e tudo parece exatamente igual. A questão é que como se costuma dizer as aparências iludem. Assim podemos achar que está tudo como deixámos mas algumas coisas podem até não estar. Isto pode levar-nos, em alguns casos, a termos grandes problemas.

As quatro coisas que tem de fazer com o seu frigorífico! 

Ora a maioria das pessoas tem em casa frigoríficos combinados. Ou seja daqueles que têm frigorífico e arca. Ora se por algum motivo não estivermos em casa durante alguns dias e faltar a luz não vamos saber se isto teve algum impacto nos alimentos. Isto porque passado horas ou dias, se o problema for grave, a electricidade volta e voltamos a ter tudo como estava. Ou pelos aparentemente. É que até lá, se o frigorífico teve algum tempo desligado os alimentos que temos no congelador podem-se ter estragado e nem sequer demos conta de nada.

No entanto há uma forma muito simples de ficarmos a saber isto quando chegamos a casa. É aqui que entra o truque da moeda.

Como preparar

Tudo funciona de uma forma bastante simples. Em primeiro lugar temos de arranjar um recipiente de plástico semelhante a um copo e enchermos com água. Tal como mostra este vídeo no TikTok que abordou este truque.

@emerald_outlaw

Travel Hack ✈️ How to know if your power went out and your food is spoiled 🤯 #travelhack #travelwithkids #traveltipsandtricks #poweroutage

♬ The Magic Bomb (Questions I Get Asked) [Extended Mix] – Hoàng Read

Depois colocamos esse copo no congelador. A seguir temos de esperar que congele. Quando a água que está no copo estiver congelada colocamos uma moeda em cima e deixamos lá ficar. Depois voltamos a colocar o copo com a moeda no congelador.

Como funciona

O funcionamento deste truque é muito simples. Assim a por algum motivo faltar a luz ou ocorrer algum problema e o frigorífico estiver desligado a água vai começar a passar aos poucos ao estado liquido. Quando isso acontece, com o peso, a moeda começa a descer em direção ao fundo. Se a luz faltar apenas por umas poucas horas eventualmente a moeda só vai descer um bocadinho. Se faltar durante muito tempo a moeda vai passar do meio do copo ou em alguns casos chegar ao fundo. Entretanto Se quando chegar a casa verificar que a moeda ficou nesse estado então é bem provável que a comida que tinha no congelador esteja estragada. Isto porque esteve demasiado tempo descongelada e aqueceu.

Este é realmente um truque simples e é a melhor forma de sabermos se ocorreu algum problema com o frigorífico que pode ter afetado os alimentos.

Para não estragar alimentos

É fácil esquecermos as sobras enquanto esperamos que arrefeçam na cozinha. Por exemplo se for ao jantar até nos podemos ir encostar e acabamos por nos esquecer delas. A questão é que mantê-las à temperatura ambiente por muito tempo pode ter consequências perigosas.

A questão é que colocar os alimentos no frigorífico assim que arrefecem não é tão fácil como parece. Sobretudo porque expor a comida durante algum tempo a temperaturas entre os 4 e os 60 graus pode ser muito perigoso. As bactérias crescem rapidamente!

De facto, a quantidade de algumas bactérias podem duplicar em apenas 20 minutos! Isto caso a comida esteja a uma temperatura entre os 4 e os 60 graus!

Para não haver perigo há uma regra que não podemos ignorar. Trata-se da regra das duas horas.

A regra das duas horas

Se nunca ouviu falar saiba que esta regra se aplica a todos os alimentos que foram cozinhados. Duas horas é o tempo máximo que os alimentos podem passar na zona vermelha. Depois disso ou têm de ser consumidos ou mandados fora.

Isto inclui todo o tipo de comidas, frutas e vegetais cozinhados, carne, aves, peixe, ovos e laticínios.

Esta regra aplica-se a todos os casos. No entanto há uma excepção para ambientes mais quentes.

Se estivermos, por exemplo, no Verão essa regra das duas horas deve passar a uma hora. Isto caso a temperatura exterior esteja acima dos 32 graus.

E se uma comida não arrefecer nas duas horas?

A regra das duas horas tem de ser sempre respeitada. É verdade que algumas comidas podem levar mais tempo a arrefecer. No entanto para não deixarmos passar o limite das duas horas podemos adicionar cubos de gelo para ajudar a arrefecer antes de armazenar os alimentos.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.

Artigos relacionados