Dica: isto faz a bateria durar mais em todos os dispositivos!

Hoje em dias temos sempre connosco vários dispositivos que requerem um carregamento constante. Até a própria escova de dentes. O dispositivo em que está a ler isto é muito provavelmente um deles. Longe vão os dias em que só as pilhas estavam presentes na maioria dos dispositivos e, em vez disso, a maior parte da tecnologia que traz consigo é alimentada por uma bateria de iões de lítio. É uma tecnologia muito útil mas limitada. Afinal de contas de tempos a tempos lá temos de carregar a bateria. No entanto, pode fazer algumas coisas para ter mais autonomia. Assim isto faz a bateria durar mais em todos os dispositivos.

Dica: isto faz a bateria durar mais em todos os dispositivos!

Em alguns casos para as baterias durarem mais temos de abdicar de algumas coisas. É por esse motivo que nem todos estamos dispostos a isso. Seja como for no meio de tudo o que lhe vamos dizer há sem dúvida uma dica que será importante para si.

erros com aplicações

O ecrã é o componente que mais consome energia em qualquer dispositivo que o tenha, seja um portátil, um tablet, um smartphone, etc. Isto porque todos os píxeis consomem energia e são constantemente atualizados, como milhares de pequenas lâmpadas que piscam mais depressa do que os seus olhos conseguem ver. Tal como acontece com muitas lâmpadas, quanto mais fracos forem esses píxeis, menos energia consomem. Por esse motivo, uma das melhores formas de maximizar a duração da bateria é garantir que o ecrã nunca está mais brilhante do que o necessário.

Mesmo que o seu dispositivo tenha uma funcionalidade de brilho automático que escurece e ilumina o ecrã com base na luz ambiente à sua volta, pode estar a dar mais brilho do que o necessário. Manter o ecrã regulado manualmente pode ajudar, pois permite-lhe aumentar o brilho apenas quando for absolutamente necessário.

Desligue as funções que não está a utilizar

Algumas das grandes fontes de consumo de energia são as funcionalidades de hardware, como Wi-Fi, Bluetooth, GPS ou NFC, entre outras. Estas funcionalidades acedem diretamente aos componentes de hardware para funcionarem, o que consome uma quantidade significativa de energia da bateria. Para ajudar o seu dispositivo a poupar energia, deve desativar as funcionalidades de que não necessita. Por exemplo, se não tiver nenhum dispositivo Bluetooth ligado, desligue-o até precisar de ligar os auriculares. Se estiver em viagem, desligue o Wi-Fi até chegar a um ponto de acesso, e assim por diante.

Embora algumas destas funcionalidades consumam quantidades relativamente baixas de energia, a mais importante a ter em conta é o GPS. Qualquer dispositivo equipado com funcionalidades de localização irá, normalmente, fazer ping continuamente para se manter a par do seu paradeiro. Isto pode afetar fortemente a duração da bateria. Só volte a ativar as funções de localização quando estiver a utilizar ativamente um programa que precise delas para funcionar, como as aplicações de navegação.

Desligue as funcionalidades de software que não está a utilizar

A maioria dos dispositivos primários que são alimentados por bateria vêm com todo o tipo de funcionalidades concebidas para acelerar o desempenho, melhorar a sua experiência de utilizador ou simplesmente adicionar algumas novidades. Mas muitas dessas funcionalidades também esgotam a vida útil da bateria. Sobretudo as relacionadas com o aumento da velocidade. Por exemplo, os computadores portáteis para jogos têm frequentemente modos de overclock para garantir o melhor desempenho nos jogos. No entanto a ativação dessas definições fará com que a bateria se esgote mais depressa do que os doces de Halloween de uma criança.

Se possível, no seu dispositivo, ative as definições que apenas aumentam o desempenho quando está ligado a uma fonte de alimentação. Depois desligue-as quando se desliga o portátil da tomada. Nos telemóveis e tablets, terá de ser mais criterioso, uma vez que nem o Android nem o iOS têm definições explícitas para alternar entre os modos ligado e desligado. No entanto, os sistemas operativos têm em conta o estado de carregamento em alguns casos. Por exemplo, esperam até que esteja ligado à corrente antes de actualizar automaticamente as aplicações instaladas.

Feche os programas ou aplicações que não está a utilizar

Todos os programas ou aplicações em execução no seu dispositivo consomem energia, mesmo que não estejam em primeiro plano. Portanto, para maximizar a vida útil da bateria, feche o que não está a utilizar.

Windows acabado de instalar, Barra lateral do Edge, faz a bateria durar mais

Nos PCs e Macs com Windows, isto é especialmente verdadeiro. O facto de ter fechado uma janela não significa que a aplicação deixou de estar em execução.

Aproveite as definições de poupança de energia

A maioria dos dispositivos modernos vem equipada com funcionalidades especificamente destinadas a ajudar a preservar a vida útil da bateria. Estas podem assumir várias formas, desde as que tentam controlar as aplicações e programas que consomem muita energia até às que entram em ação quando o dispositivo está desligado ou com pouca energia.

Nos smartphones, tanto o iOS como o Android têm um conjunto de funcionalidades de poupança de energia. No Android, pode encontrá-las na secção “Cuidados do dispositivo” das Definições, enquanto no iOS, podem ser encontradas na secção “Bateria” das Definições. Em ambos os casos, encontrará funcionalidades que procuram restringir as aplicações, escurecer o ecrã e reduzir o consumo de energia do processamento.

faz a bateria durar mais

No Windows 10 e 11, estas funcionalidades podem ser encontradas na aplicação Definições em Sistema > Energia e bateria, onde encontrará definições do modo de energia que permitem equilibrar a energia de processamento com a duração da bateria, bem como um modo de poupança de bateria. Por último, no MacOS, pode encontrar opções semelhantes clicando no menu Apple e navegando para Definições do sistema e, em seguida, Bateria.

Reduzir as definições gráficas

Muitos dispositivos modernos, sejam eles smartphones, computadores portáteis, tablets ou outros, vêm equipados com ecrãs de alta resolução e alta taxa de atualização. Os ecrãs 4K tornaram-se bastante comuns, tal como os ecrãs de 120 Hz. Estas características são ótimas quando se está perto de um carregador. Mas se estiver a tentar tirar o máximo partido da bateria, talvez seja melhor reduzi-las.

faz a bateria durar mais

A maioria dos dispositivos tem a opção de executar o ecrã com uma resolução e uma taxa de atualização inferiores às suas capacidades. Se o seu objetivo é dar prioridade à duração da bateria, considere reduzir a resolução para 1080p e limitar a taxa de atualização a 60Hz.

Não deixe o seu dispositivo ligado à corrente com a bateria cheia

Pode ter ouvido dizer que carregar a bateria até 100% é mau para ela, mas isso é um pouco errado. Carregar a bateria até 100% não é, por si só, mau para a bateria. O problema ocorre quando se carrega até ao máximo e depois não se desliga o dispositivo da tomada. Isto coloca a delicada química da bateria sob pressão e não faz a bateria durar mais. À medida que deixa o dispositivo no carregador, este utiliza energia para as suas operações normais e consome mais energia da fonte de eletricidade.

Por outras palavras, não deixe os seus dispositivos ligados à corrente para carregar durante a noite. Se, em vez disso, carregar antes de se deitar, desligar a ficha e recarregar de manhã, os seus aparelhos vão agradecer-lhe mais tarde. No entanto, nos últimos anos, a maioria dos fabricantes introduziu determinados mecanismos de segurança, como mecanismos de carregamento lento, para além de outras funcionalidades de software inteligentes destinadas a ajudar a preservar a saúde da bateria.

Não deixe que a bateria se esgote completamente

As baterias de iões de lítio contêm um delicado ecossistema químico de iões e, tal como carregar até ao máximo durante longos períodos de tempo, deixar a bateria chegar a zero também a desgasta com o tempo. Isto porque, quando a bateria está vazia, é necessário mais esforço para que os iões no seu interior voltem a mover-se. Se quiser que a bateria do seu dispositivo tenha uma excelente duração ao longo dos anos, mantenha a bateria carregada a mais de 20% o melhor que puder.

Sem dúvida que isto faz a bateria durar mais e mesmo que não faça todas as coisas, pelo menos mudar alguns comportamentos já é bom.

Siga a Leak no Google Notícias e não perca todas as informações mais importantes.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também

Newsletter Leak

Receba todas as notícias e destaques diretamente no e-mail. É grátis!

Siga-nos no Google Notícias

Artigos relacionados