Facebook vai pagar aos utilizadores para ter acesso ao áudio?

Caso não saiba ou não se lembre, há alguns meses tivemos aí um caso polémico, devido ao facto de empresas como o Facebook, Amazon e Apple utilizarem operadores (pessoas como eu ou você) para análise de gravações de áudio dos utilizadores… O que claro está, é uma grave ofensa à privacidade de todos nós.

Claro que a ideia não é ouvir o que andamos a fazer ou qualquer coisa do género, o grande objetivo destas empresas é melhorar o seu software. Ainda assim, é algo que não caiu bem no estômago da indústria. Pois bem, parece que temos alguns desenvolvimentos bastante interessantes em relação a este assunto.



Facebook vai pagar aos utilizadores para ter acesso ao áudio?

Facebook

Portanto, apesar do objetivo da empresa ser apenas melhorar os seus serviços, a verdade é que os utilizadores da rede social não faziam ideia que alguém estava a escutar as suas mensagens de voz ou chamadas de áudio dentro da plataforma.

Por isso, o Facebook decidiu meter um travão no projeto, ao mesmo tempo que a Apple e outras gigantes da indústria decidiram fazer o mesmo. Contudo, ao contrário das outras empresas, o Facebook está disposto a pagar aos utilizadores de forma a ter acesso a estas mesmas gravações, graças a um novo programa denominado de “Pronounciations”.

Como é óbvio, não irá enriquecer ao dar acesso às suas gravações, visto que irá ganhar cerca de 200 pontos na aplicação Viewpoints. (1$) E claro está, para tirar dinheiro da app, precisa de chegar pelo menos aos 1000 pontos, o que por sua vez equivale a cerca de 5$. Ainda assim, o Facebook irá pedir cerca de 5 gravações, o que irá dar automaticamente os tais 5$.

Contudo, parece que o programa vai ser exclusivo dos Estados Unidos, pelo menos por enquanto.


Facebook vai pagar aos utilizadores para ter acesso ao áudio? – Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir. Obrigado!

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

Leia também

Deixe um comentário