Fabricantes podem limitar acesso das crianças aos smartphones

A China está a deixar claro que considera que a utilização excessiva de smartphones pelas crianças é um grande problema. Assim preocupado com o desenvolvimento da dependência do smartphone numa fase precoce da vida, o país está agora a ponderar a criação de uma lei que estabeleça explicitamente quanto tempo as crianças podem passar com um smartphone por dia.

Fabricantes podem limitar acesso das crianças aos smartphones

Obviamente, uma lei como esta seria incrivelmente difícil de legislar numa base individual. No entanto, se a lei for aprovada, obrigaria os fabricantes de smartphones e/ou os criadores de sistemas operativos a instituir novos controlos para as crianças – um “modo menor”, ou algo semelhante.

Infelizmente, não é claro quem seria exatamente o responsável por esta nova ferramenta. Será o próprio fabricante do smartphone? Se assim for, empresas como a Xiaomi, OnePlus, Samsung, etc., teriam de adicionar um modo para menores às suas skins Android e a Apple teria de fazer o mesmo no iOS. Por outro lado, poderia ser da responsabilidade dos programadores de sistemas operativos, o que significaria a Apple e a Google.

A legislação proposta pela China limitaria o uso de smartphones por crianças a duas horas por dia para todos entre 16 e 18 anos. As crianças entre os oito e os 16 anos ficariam limitadas a uma hora por dia e as crianças com menos de oito anos a apenas 40 minutos. Por outro lado, todas as crianças com menos de 18 anos também não poderão utilizar os telemóveis entre as 22h00 e as 6h00.

Teoricamente, um modo para menores nos telemóveis tornaria estas restrições possíveis. Não é claro como funcionaria – seriam os pais a controlá-lo ou seria o governo? Saberemos mais sobre o que é necessário se e quando a lei for efetivamente aprovada.

Entretanto esta não é a primeira vez que a China tenta controlar a vida digital dos seus cidadãos. Também limita as crianças a três horas de jogos online por semana. Uma lei que obrigou muitos criadores de jogos a instituir novas funcionalidades de software e avisos em resposta.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.