A pergunta chega-nos via Android Police, que está a anunciar uma vaga de despedimentos na Cyanogen Inc. o que pode significar notícias realmente más para os fãs da popular CyanogenMod.

As notícias são ainda confusas, mas pelo menos 30 pessoas já terão sido dispensadas, com o próprio Steve Kondik a conduzir alguns dos despedimentos e tudo indica que o processo está a decorrer de forma bastante dramática, com funcionários avisados da sua nova situação profissional sem prévio aviso. Inclusivamente, todos os funcionários de Seattle terão sido demitidos à chegada para mais um dia de trabalho.

O que advirá daqui ainda é quase totalmente desconhecido. As fontes do Android Police falam de uma mudança de foco para as apps, mas até ver, essa é uma afirmação que não vale o papel em que for impressa.

A Cyanogen terá falhado nos seus ambiciosos planos para enfrentar a Google, e têm passado por diversos revezes no último ano. No entanto, a CyanogenMod é popular e as notícias não estão a agradar à comunidade online. Em 2015, a Espanhola BQ anunciou não sem claro orgulho, o BQ Aquaris X5 Cyanogen, o primeiro dispositivo com a CyanogenMod a chegar à Europa, e se o dispositivo tem tudo para ser um excelente smartphone, o software não fica atrás.

Fora a BQ, a Cyanogen não conseguiu de todo cativar parceiros suficientes para ter sucesso, após o divórcio amargo com a OnePlus e a aventura tépida com a Indiana MicroMax. Mas esperávamos realmente que a aposta da BQ desse mais frutos, uma colheita que parece agora ameaçada pelo rumo que a Cyanogen Inc. decidiu tomar.

Para todos os efeitos, 20% da força de trabalho foi despedida e sem os cérebros para trabalhar no software, que futuro para a Cyanogen Mod?

 

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.