Estão são as palavras mais procuradas de 2018. Adivinha alguma?

São 24 as palavras que melhor ajudam a compreender o ano de 2018 – termos pesquisados pelos milhões de utilizadores do Dicionário Priberam em resposta aos principais eventos que marcaram cada um dos meses do ano que agora chega ao fim.

Estas palavras são as protagonistas de uma iniciativa em que a Priberam se associou à Lusa, pelo segundo ano consecutivo, para o site O Ano em Palavras, onde as palavras mais pesquisadas no Dicionário Priberam ilustram os principais eventos que marcaram a atualidade do ano a nível político, económico e social.

Palavras ilustradas que revelam o que os portugueses mais procuraram

Disponível a partir de http://oanoempalavras.pt/, o site integra conteúdos criados pela agência noticiosa que dão contexto a cada uma das palavras, bem como fotografias ilustrativas de cada termo, captadas pelos fotógrafos da Lusa.

O site está estruturado com as palavras apresentadas cronologicamente, de janeiro a dezembro e, para cada palavra, é possível aceder ao seu significado no Dicionário Priberam bem como ao artigo da Lusa sobre o evento que motivou as pesquisas.

Para este projeto, a Priberam recolheu as palavras que, devido ao elevado número de pesquisas diárias, ganharam destaque na nuvem do dicionário ao longo do ano e, a partir destas, os editores da Lusa escolheram as duas que consideraram mais relevantes em cada mês, em termos da atualidade nacional e internacional.

Entre as mais de duas centenas de palavras que estiveram no top das consultas no Dicionário Priberam, foram finalmente selecionadas 24:

Janeiro: Vetar; Desembargador
Fevereiro: Lóbi; Sistemática
Março: Bicefalia; Arguido
Abril: Milícias; Messianismo
Maio: Penta; Eutanásia
Junho: Desnuclearização; Trivela
Julho: Peculato; Gentrificação
Agosto: Porto seguro; Respeito
Setembro: Acervo; Húbris
Outubro: Mito; Ministro
Novembro: Armistício; Aviltante
Dezembro: Revogar; Tiroteio

Outras palavras que também estiveram entre as mais procuradas pelos utilizadores do Dicionário Priberam são: cacique (eleições no PSD), interstício (novo órgão do corpo humano), subversiva (porque surgiu a notícia de que a Porquinha Peppa foi banida de uma rede social chinesa… por ser subversiva), mulher (campanha FOX/Priberam), inelegível (Lula da Silva foi declarado inelegível pelo Tribunal Superior Eleitoral), exumação (do corpo de Franco em Espanha), triatleta (homicídio do triatleta Luís Grilo), esfaqueamento (de Jair Bolsonaro), fascismo e democracia (eleições presidenciais brasileiras), chapo (julgamento do narcotraficante “El Chapo”), coscuvilhice(Papa considera coscuvilhice um ato terrorista) e aluimento (de estrada em Borba).

O ano de 2018 foi também aquele em que o Dicionário Priberam encontrou um novo lar em dicionario.priberam.org – uma mudança do domínio .pt que se justifica tendo em consideração que a maioria dos acessos não é de Portugal, refletindo assim o número de falantes da língua espalhados por todo o mundo.

Mais informações: http://oanoempalavras.pt/ e http://dicionario.priberam.org