(Especial) Iron-Air: Revolução no mundo das baterias?

As baterias… Algo tão essencial nos aparelhos que utilizamos no nosso dia-a-dia, mas que ainda continuam a ser um dos pontos mais fracos destes mesmos aparelhos. Pois bem, pode ser que exista uma solução a caminho!

Afinal de contas, segundo a start-up Form Energy, existe agora uma maneira de produzir um novo tipo de bateria inovador, de forma muito mais barata do que o esperado. Estamos a falar da produção de baterias “iron-air”.

(Especial) Revolução no mundo das baterias?

baterias solidas

Portanto, como deve saber, é completamente normal, de vez em quando, termos uma afirmação deste tipo no mundo das baterias, autênticas promessas de introdução de células com muito mais capacidade, a bons preços, capazes de serem implementadas em todos os aparelhos atuais que tão bem conhecemos.

Isto pode muito bem ser o que está a acontecer com a Form Energy, no entanto, a empresa já prometeu ser capaz de começar a produção em massa nos próximos 2 anos, e entretanto, já angariou mais de 200 milhões de dólares em novos investimentos.

Mas vamos ao que interessa! O que é uma bateria “Iron-Air”?

Na verdade, as baterias “iron-air” são bastante mais simples em comparação ao que temos no mercado. Afinal, estas têm como base a oxidação do ferro, um processo que normalmente conhecemos como ferrugem. Processo esse, que pode ser revertido.

O problema aqui é conseguir extrair energia elétrica deste processo de forma eficiente. Dito isto, a Form Energy afirma que a sua tecnologia é capaz de armazenar um megawatt-hora de eletricidade a um décimo (1/10) do preço relativamente à bateria de iões de lítio mais barata do mercado.

Dito isto, a Tesla partilhou recentemente o preço das suas células de bateria, apontando para os 300~400$ por kWh. Entretanto, caso não saiba, vários especialistas apontam para a marca dos 100$/KWh como a “barreira” a bater, para as baterias ficarem por cima dos combustíveis fósseis em termos de preço. Marca essa, que se tudo isto for verdade, foi mais que batida pela Form Energy.

Obviamente que a tecnologia tem algumas limitações. Afinal, o processo de ferrugem é lento, por isso, este tipo de baterias não pode carregar ou descarregar à mesma velocidade que as tecnologias de bateria que já temos no mercado. No entanto, podem ter outras aplicações.

Entretanto, se está a duvidar de tudo isto, fique a saber que a Form Energy já recebeu investimentos de Bill Gates e Jeff Bezos. E agora recebeu 200 milhões adicionais do fundo de inovação da ArcelorMittal’s XCarb.

 

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

Windows 10: aumentar drasticamente a velocidade do PC!

Todos queremos um sistema operativo a funcionar o mais rápido possível. Dito isto, existem formas simples de o conseguirmos e nem sequer precisamos de...

Windows 11 tem tecnologia para apps ocuparem menos espaço!

O Windows 11 chega no dia 5 de Outubro com várias alterações ao nível de design e inclusivamente um novo centro de notificações. No...

Bomba! Sex Education na Netflix nunca mais será a mesma!

Apesar do imenso sucesso que os vários projetos fazem na Netflix. A verdade é que com o passar dos anos, e sucessivo lançamento de...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!