(Ensaio) Hyundai Bayon: Um crossover que aposta no preço!

(Ensaio) Hyundai Bayon: O mercado atual está cheio de ofertas eletrificadas para todo o tipo de gostos e carteiras. Afinal de contas, temos carros híbridos, híbridos Plug-in e claro está, temos os cada vez mais populares modelos 100% elétricos. Contudo, os carros “tradicionais” continuam no mercado, sendo ainda a escolha preferida de muitos consumidores.

Especialmente no mundo mais ‘budget’.

Ora bem, dito isto, tivemos em mãos o novo Hyundai Bayon!

Portanto, este é o novo crossover de entrada da Hyundai, que tenta conquistar o mercado com um pacote apelativo, a um preço muito interessante. Afinal, aqui já podemos contar com as novas linhas de design da fabricante, que parecem ser capazes de agradar aos consumidores menos atentos, mas também aos entusiastas.

Assim, apesar de ser a gama de entrada, temos muitos aspetos positivos a ter em conta. Mas também temos algumas partes negativas. Afinal, para alcançar um preço baixo, a fabricante teve de cortar em algumas partes.

Vamos perceber o que vale este Bayon?

(Ensaio) Hyundai Bayon – Um pequeno crossover que aposta no preço!

Design

Gostos não se discutem, mas a verdade é que a Hyundai segue atualmente um novo tipo de design muito apelativo. Afinal, temos agora novas linhas mais modernas, aliadas a grandes grelhas no exterior. Algo capaz de conseguir virar muitas cabeças para os novos modelos, uma tendência que também podemos encontrar no novo Bayon.

Assim, temos aqui um crossover com dimensões muito semelhantes ao Kauai. Aliás, apesar da distância entre eixos ser menor, o interior é muito espaçoso e até a bagageira de 411 litros supera o modelo maior.

Muito resumidamente, nesta temática, durante os dias de teste, a opinião, é no geral, positiva. Temos uma frente bem vistosa e uma lateral que acompanha esta tendência, mas nem tudo surpreende e a traseira deste crossover é um desses aspetos menos positivos.

Ainda assim, com muito espaço útil e a um preço apelativo, a verdade é que muitos curiosos ficaram a considerar esta oferta da Hyundai.

Entretanto, o seu interior é muito interessante! Temos um grande ecrã de 10.25″ cheio de qualidade, para os mostradores, mas um ecrã de 8 polegadas de menor qualidade para o sistema de entretenimento.

Hyundai Bayon

Um pormenor importante a realçar neste interior, é seu sistema de controlo climático, feito através de botões físicos e manípulos de uso fácil. Claramente, muito melhor que algumas ofertas que incluem apenas botões touch.

Para terminar neste campo, senti em quase todo o lado materiais rijos. O que claro, não garante uma sensação premium, mas nesta gama, é esperado.

Hyundai Bayon

Performance e Condução

O Hyundai Bayon em teste, conta de momento com o motor turbo 1.0L a gasolina que consegue fazer bem o seu trabalho, mais uma vez, tendo em conta a gama em que se insere.

Esta motorização é capaz de 100 cv de potência e 172 nm de binário, tudo enviado para o eixo frontal. Assim, como é de esperar, a performance não é surpreendente, mas não o vai deixar na mão com a aceleração dos 0-100 km/h a rondar os 10.4 segundos.

Além dos números, a verdade é que tivemos em mãos a caixa automática de sete velocidades com dupla embraiagem. Esta caixa é claramente menos divertida que a caixa manual de seis velocidades, mas garante um conforto e uma condução diária superior.

Hyundai Bayon

Assim sendo, claro está, não temos aqui um crossover para os aficionados da condução dinâmica, visto que mesmo em modo “Sport”, é fácil sentir que este não é o objetivo do carro. Aliás, a dinâmica não é o ponto forte desta caixa automática e ao pisar a fundo vai sentir um “amarrar” até à redução, e nem sempre a resposta do motor é a melhor.

Em condução normal, o motor conta com um som distinto, até bastante agradável a baixas rotações. Contudo, se “puxar” pela motorização, não terá uma ótima experiência sonora vinda deste 1.0L turbo.

Dito tudo isto, a verdade é que em condução normal, sem grandes acelerações, é onde o Hyundai Bayon mostra a sua força e conforto.

Hyundai Bayon

Quanto aos consumos

Antes de mais nada, saiba que nos dias de teste, o modelo foi conduzido de forma mais dinâmica. Afinal de contas, temos aqui uma ‘novidade’ em mãos. Por isso, testar as suas capacidades reais, em ambientes mais exigentes, é quase a nossa missão. Ou seja, quer queiramos quer não, puxamos sempre mais um pouco do que seria normal no dia-a-dia.

Dito isto, a melhor forma de conduzir este Bayon, é a tradicional condução defensiva, onde os consumos irão agradar. Aliás, na minha condução mais defensiva, consegui rondar os 5 litros a cada 100km. No entanto, com uma condução normal a média atinge facilmente os 6-7 litros.

Hyundai Bayon

Tecnologia

As ajudas tecnológicas na condução são sempre bem vindas, especialmente se garantirem mais segurança. Desta forma, tal como noutros modelos da marca, temos vários apoios, como o sistema de Travagem autónoma de emergência.

No entanto, existe uma funcionalidade que parece ter ficado aquém de outros modelos da marca. Estamos a falar do apoio à faixa de rodagem que apenas o mantém em constante “balançar” de linha para linha, em vez de o manter centrado.

Entretanto, no interior, temos um ecrã de 10.25 polegadas, com grande qualidade visual para os mostradores virtuais. Contudo, na variante que testamos temos um ecrã inferior, com apenas 8 polegadas, para dar vida ao sistema infotainment. Ainda assim, o Android Auto e Apple Car sem fios estão incluídos, sendo necessários, porque não tínhamos GPS nesta versão de teste.

Hyundai Bayon

Hyundai Bayon – Conclusão

Ora bem, o novo Hyundai Bayon é um crossover que aposta imenso no preço, de forma a trazer luta à gama de entrada do mercado automóvel.

Afinal de contas, apesar de alguns compromissos, onde temos de salientar o uso de materiais menos premium. A condução citadina é confortável e contamos com muito espaço interior, bem como uma bagageira de 411 litros que supera muitos rivais.

Dito isto, senti que isto veículo é uma solução em conta para quem procura um crossover sem compromissos na praticabilidade. Aliás, mesmo na versão testada, o preço não assustou ninguém ao rondar os 20.000€, isto mesmo incluindo a confortável caixa automática de sete velocidades.

Além disto tudo, é sempre importante referir que contamos sempre com os 7 anos de garantia sem limite de quilómetros da marca. Clique aqui, e veja o Hyundai Bayon ao pormenor.

Ademais, o que pensa sobre isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Não perca nenhuma informação importante. Siga-nos no Google Notícias. Siga-nos ou clique no símbolo da estrela no canto superior direito.
mm
Silvio José
Sempre gostei de tecnologia, e em tenra idade já sonhava em construir a minha Dream Machine. Alcançado esse sonho agora o objetivo é aprender mais e mais. A minha paixão em todo o tipo de tecnologia faz-me estar sempre alerta a todas as novidades.

Receba a nossa Newsletter

Outros artigos

Conta da Luz: esta é a energia que gasta a PS5!

A classificação de potência oficial de uma consola PlayStation...

Cozinha: estes são os equipamentos que gastam mais luz!

Normalmente os equipamentos que mais gastam energia em casa...

Como ativar o modo de poupança de bateria no Chrome

O Chrome é conhecido por utilizar muitos recursos e...

WhatsApp: Mandar mensagem para si próprio? Faça isso!

Alguma vez mandou uma mensagem para si próprio, para...

Twitter banido pela Apple e Google? Twitter Phone!?

Pois bem... Dizer que esta aquisição do Twitter por...