Elétricos: bateria degrada-se com o tempo por esta razão!

As grandes baterias utilizadas nos veículos eléctricos (VE) são mais resistentes do que a aquelas que encontramos no nosso portátil ou no smartphone. No entanto, vão acabar-se por degradar com o tempo como qualquer outra bateria de iões de lítio. Claro que é algo que ninguém gosta mas a verdade é que é inevitável. Assim a bateria dos elétricos degrada-se com o tempo por esta razão.

Elétricos: bateria degrada-se com o tempo por esta razão!

Há muitas razões para que podem levar a isto. No entanto a verdade é que entre várias explicações há dois fatores principais que afetam a velocidade com que a bateria de um VE se degrada. A idade da bateria e o ambiente e utilização. A segunda categoria inclui coisas como a forma como o carro eléctrico é conduzido, como a bateria é carregada, como o veículo é armazenado e fatores ambientais como o clima.

Golf, GTE, Híbrido, Carregar, elétrico, Elétricos: bateria degrada-se com o tempo por esta razão!

Idade da Bateria

Falando da primeira categoria a degradação devido à idade da bateria, é inevitável. De facto, todas as baterias com iões de lítio reduzem constantemente na eficácia com o passar do tempo. A isto também se chama envelhecimento e é um processo muito gradual. Também não acontece ao mesmo ritmo, ano após ano.

Curiosamente as baterias têm a sua maior queda de capacidade no início e no fim da sua vida útil. Há normalmente uma queda rápida no início, que se estabiliza assim que a bateria também fica estabilizada. Depois surge outra queda após alguns anos. Ainda assim estas quedas são geralmente pequenas, entre 5-10% da capacidade total, mesmo depois de milhares de quilómetros.

- Advertisement -

Mas qual a razão para isto acontecer? Por causa da forma como as baterias de iões de lítio são construídas e como funcionam. As baterias dos automóveis eléctricos dependem de reações químicas para gerar os electrões que alimentam o motor do carro. Elas geram-nas usando o que se chama um “material activo” para desencadear a reação. Nas baterias de iões de lítio, esse material é o lítio.

Como a bateria é usada uma e outra vez, parte desse lítio é consumido permanentemente. Quando isso acontece ao longo de muito tempo, vemos uma diminuição na carga total que a bateria pode suportar porque não há material ativo suficiente para gerar a mesma quantidade de energia.

Factores ambientais e de utilização

Está provado que os fatores ambientais, especialmente a temperatura, afetam o bom funcionamento da bateria de um VE. Em tempo muito frio, por exemplo, o líquido dentro da bateria de um carro eléctrico torna-se mais viscoso, retardando as reações necessárias para gerar electricidade. Isto significa que há menos electricidade disponível para o motor utilizar, por isso tem menos energia para acelerar.

Elétricos: bateria degrada-se com o tempo por esta razão!

Os VE são construídos com sistemas de regulação de temperatura para ajudar a evitar que isto aconteça. No entanto em condições meteorológicas extremas, continua a ser um problema até certo ponto. A corrosão ou acumulação dentro da bateria ao longo do tempo também pode resultar na perda de energia.

E não é só o tempo frio. O calor degrada a capacidade temporariamente e pode contribuir para uma perda de capacidade acelerada em geral, mas a diferença de capacidade perdida entre climas temperados e quentes é pequena para os VE.

Um veículo elétrico após quatro anos que esteja num clima temperado mostra menos degradação da bateria do que um num clima quente.

Model 3

Confiar fortemente nas estações de carga rápida  também irá degradar a vida útil da bateria de um EV. De facto, a fabricante automóvel Kia atribui 10% de perda de capacidade ao longo da vida útil de uma bateria devido a estes carregadores. Os carregadores rápidos colocam uma carga pesada na bateria a fim de canalizar toda essa energia tão rapidamente. É tal e qual o que acontece com os smartphones. Isto porque quanto mais energia colocar na bateria, mais forçosamente os electrões e iões se movem no interior das células da bateria. Isto pode causar micro danos e stress extra nos componentes da bateria, eventualmente desgastando a sua capacidade quando feito com demasiada frequência.

Utilizar carregadores rápidos com moderação para dar vida às baterias dos elétricos

A maioria dos fabricantes de carros eléctricos concorda que o carregamento rápido deve ser usado “com moderação”. No entanto não há propriamente uma definição para a expressão “com moderação”. Uma boa regra a seguir é carregar rapidamente o mínimo possível, quando não pode ser evitado ou em viagens longas, e manter-se no nível 1 ou 2 carregando regularmente a maior parte do tempo.

Desde que esteja ciente que a bateria vai diminuir de capacidade, lentamente, ao longo do tempo, não se deve preocupar muito com a degradação. No entanto, deve levar isto em conta para perceber que a uma data altura não vai conseguir ter a mesma autonomia. No que diz respeito à falha completa, a falha total da bateria é muito rara e normalmente coberta pela garantia do fabricante.

Alguma degradação é inevitável, mas se cuidar bem da bateria, é provável que ela mantenha a maior parte do seu alcance durante a vida útil do carro.

Agora já sabe as razões pelas quais a bateria dos elétricos se degrada com o tempo.

Entretanto clique aqui para seguir a Leak no Google Notícias e ficar a par de todas as informações mais importantes. Pode também subscrever aqui a nossa Newsletter e receber as notícias no seu e-mail.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Especiais

Subscreva a Newsletter Leak

Não perca nenhuma informação importante! Subscreva a newsletter Leak e receba todas as notícias, destaques e outras informações importantes no seu e-mail.