Cyanogen OS cancelado, empresa abraça a modularidade


Por em

A Cyanogen anunciou o fim do Cyanogen OS, o seu sistema operativo baseado em Android que chegou ao mercado como uma alternativa muito apreciada por utilizadores à procura de funcionalidades extras, e de actualizações para smartphones presos a versões anteriores do Android.

Em boa verdade, desde Julho que se adivinhava este fim, ainda que a empresa o negasse por então. Contudo, a onda de despedimentos afectava, por então, uma forte porção da força de trabalho por trás do sistema operativo.

O foco da Cyanogen muda-se definitivamente para uma nova abordagem aos sistemas operativos que procura criar um sistema operativo modular. Através de módulos dinâmicos, características chave do Cyanogen OS poderão ser integrados no Android base, de encontro às necessidades de cada fabricante, e criando interfaces Android mais diferenciáveis.

Para a Cyanogen, a fragmentação do sistema Android levou as empresas a desinvestirem do software e serviços que o Cyanogen OS oferecia. A empresa entende agora que, se o sistema operativo completo não era atraente em termos de preço, as suas MODs em separado podem sê-lo.

E estas MODs são – como o nome indica – modificações que integram apps numa única funcionalidade e acrescentam alternativas ao sistema operativo de base, independentemente da ROM escolhida pelo fabricante.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.
Anterior

As cinco melhores alternativas ao Galaxy Note 7

Xiaomi Redmi Pro e Mi5: Dois equipamentos de topo ao preço de gama média

Seguinte