Cuidado! Há um perigo à solta na Google Play Store!

na Play Store

A Google Play Store tem vindo a apostar forte na segurança. No entanto, num universo de apps tão grande o controlo nem sempre é fácil. Assim, uma nova pesquisa revelou que mais de 200 apps populares na Google Play Store estão afetadas por adwares desonestos apelidados de SimBad.

Não é fácil controlar todas as apps que estão presentes na Google Play Store

Google Play Store

O SimBad foi descoberto pela empresa de segurança Checkpoint Research, uma informação revelada pelo site Android Police. Este nome não surge por acaso. É que muitas das aplicações afetadas são jogos de simulação. Entretanto, a Checkpoint também confirmou que as 206 apps afetadas e que já foram removidas da Play Store, totalizaram quase 150 milhões de downloads.

150 milhões de downloads não é coisa pouca

Algumas das aplicações mais populares incluem o Snow Heavy Excavator Simulator (10 milhões de downloads), o Hoverboard Racing (cinco milhões de downloads) e o Real Tractor Farming Simulator (cinco milhões de downloads). No entanto também existem outras apps falsas. São exemplo disso apps de controlo de volume, editores de fotos e papéis de parede.

O que o faz o SimBad na Google Play Store?

Esta empresa de segurança afirmou que o adware foi encontrado dentro de um SDK relacionado com anúncios. Fornecido por uma entidade chamada addroider. No entanto, a Checkpoint acredita que os programadores de apps foram “enganados” ao utilizar esse SDK. É que podem não ter percebido o seu conteúdo.

A Checkpoint afirma que, uma vez instalada uma app com o SimBad, o adware liga-se aos servidores de comando e controlo para garantir um leque mais abrangente de acções. A empresa afirma que o SimBad é capaz de abrir URLs de phishing no seu navegador. Pode também levar para uma Play Store específica ou até à instalação remota de aplicações.

A empresa de segurança afirma que o SimBad funciona como adware neste momento. No entanto, tem a infraestrutura para evoluir para uma ameaça muito maior.

Lembramos que a Google intensificou a sua luta contra apps falsas ou com brindes suspeitos nos últimos anos. De facto, sinalizou mais de um milhão de apps até o momento por problemas de segurança no pré-lançamento.

Entretanto esta plataforma já reportou que as rejeições e suspensões da loja de apps aumentaram 55% e 66%, respectivamente, em 2018. No entanto, como dá para ver, há sempre espaço para melhorias na Google Play Store.