Crise piorou! Tudo o que tem um ecrã vai chegar mais tarde

O mundo da produção de semicondutores está completamente virado do avesso! E pelos vistos, antes de melhorar, a coisa ainda vai piorar bastante… Aliás, alguns especialistas apontam agora para o fim de 2022 ou início de 2023, para um regresso à “normalidade”.

Assim, dentro do tema do ‘piorar’, parece que tudo que tem um ecrã vai chegar mais tarde do que seria de esperar. Sabe porquê? Tudo se deve à falta de um chip essencial (display driver), que curiosamente custa menos de 1€, mas está esgotado em todo o lado.



Crise piorou! Tudo o que tem um ecrã vai chegar mais tarde

crise ecrã

Portanto, a indústria de produção de semicondutores teve receitas de 439 mil milhões de dólares em 2020, e pelos vistos, até vai crescer em 2021. Contudo, como a procura continua a subir, e a oferta é a mesma ou menor, temos várias indústrias completamente asfixiadas pela falta de componentes essenciais, por mais simples que estes sejam.

Dito tudo isto, agora temos uma nova mini crise em várias indústrias, devido à falta de um chip de 1$, que é simplesmente obrigatório para ligar os vários tipos de ecrãs que podemos encontrar nos smartphones, tablets, TVs, monitores, e até carros ou aviões.

Curiosamente, sendo um chip extremamente simples, nem precisa de ser produzido com o processo mais avançado como é o de 7nm ou 5nm. Mas a procura pelo componente é tanta, que até as linhas de 28nm, 40nm e 95nm estão agora completamente saturadas com pedidos. Aliás, a SMIC está neste momento a produzir o componente com os velhos processos de 160nm e 300nm, de forma a tentar ir de encontro à procura.

Qual é o grande problema da falta deste chip de 1$?

Basicamente, todos as fabricantes que produzam aparelhos com um ou mais ecrãs na lista de componentes irão ter de lidar com esta falta de chips. O que claro está, poderá criar atrasos em vários mercados.

Por isso, se quer um portátil, um monitor, um smartphone, ou até um simples smartwatch… Talvez seja boa ideia comprar agora! É que além da falta de stock, os preços também vão aumentar em 2021 e 2022.


Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião nos comentários em baixo.

Fonte

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Leia também