Crise na Steam continua! ‘Team Meat’ critica fortemente a plataforma

Crise na Steam – A ‘Team Meat’, responsável pelo popular jogo Super Meat Boy, está extremamente desagradado com a Steam, dizendo que “não querem saber de nós para nada“!

Por outro lado, elogiou a Epic Games, pelas suas políticas de partilha de receitas! Afirmando que sua loja é realmente necessária, para mudar a mentalidade da Valve e por consequência da Steam.

Embora isto não aconteça de um momento para o outro… A Steam está, e vai continuar a perder uma quantidade muito grande de jogos, para a Epic Store!

Especialmente os jogos ‘Indie’, que preferem ficar na loja da Epic, visto que têm um orçamento muito mais baixo, e desta maneira, conseguem uma fatia muito maior do bolo!

Crise na Steam

Dito isto, a Steam até já aumentou a margem para alguns estúdios, nomeadamente, os que têm maiores percentagens de venda na sua plataforma!

Mas… Estes continuam a precisar de ‘dar’ 30% de cada venda à plataforma… Por outro lado, a Epic Store apenas pede 12% de cada venda!

O problema mais grave aqui, é que os jogadores precisam de instalar mais um ‘Launcher’… Afinal de contas, se formos ver bem as coisas, se gostar de jogos da Blizzard, já tem o Battle.net instalado, posteriormente, se já tem uma conta Steam apetrechada, também tem a plataforma instalada. E como se isto não fosse suficiente, temos ainda a plataforma da Bethesda, da EA, da Ubisoft, e ainda esta nova da Epic.

Contudo, neste caso, é um ‘não problema’! No fundo, a Epic pegou no tremendo sucesso de Fortnite, que já necessita do ‘Launcher’ da Epic, para apostar na sua loja! Afinal de contas, quem já joga o Battle Royale mais famoso do mundo, já tem o Launcher instalado.

Crise na Steam


Dito tudo isto, Tommy Refenes, da ‘Team Meat’, disse no Discord:

“É verdade que significa a instalação de mais um ‘Launcher’… Mas é um pequeno preço a pagar, para que a comunidade tenha mais que uma escolha no PC.”


Em boa verdade, a Epic Store já está a ter muita atenção por parte dos maiores estúdios da indústria

Aliás, a plataforma já tem vários acordos de exclusividade, incluindo os jogos Ashen, Super Meat Boy Forever, Hades e Goat Simulator. Que são apenas os primeiros de uma lista que vai apenas aumentar nos próximos meses.

Em suma, a Steam já estava a perder pesos pesados como a Activision e o seu Call of Duty… Bem como a Bethesda e o seu Fallout 76! Que preferiram lançar os jogos nas suas próprias plataformas! Agora, temos também a Epic, a atacar a Steam onde mais dói… Na carteira!