COVID matou o cinema? Não não! Está muito enganado

Durante a pandemia, a indústria do cinema sofreu a bom sofrer, chegando a um ponto em que os estúdios tiveram de tomar uma decisão… Adiar “ad eternum” os seus projetos, o que por sua vez também resulta no adiamento de outros projetos no ‘pipeline’, ou apostar forte e feio no mundo do streaming.

O que aconteceu? Inevitavelmente, teve de existir uma aposta no streaming, como tivemos a oportunidade de ver nas plataformas da Disney e da Warner Bros, com lançamentos exclusivos e/ou híbridos, como foi o caso da Wonder Woman, Black Widow, Mulan, Justice League, etc…

Contra algumas expetativas, e preços que deram muito que falar, esta aposta no streaming correu mesmo muito bem! Os consumidores aderiram forte e feio à coisa. No entanto, passados quase 2 anos desde que começou o pesadelo do COVID, os estúdios querem voltar às suas raízes, ou seja, o tradicional mas sempre popular Cinema.

COVID matou o cinema? Não não! Está muito enganado

Portanto, durante a pandemia de COVID-19, o futuro do cinema tradicional pareceu negro, mesmo muito negro. Aliás, muitas foram as cadeias de cinema gigantescas, que tiveram de pedir ajuda, ou abriram mesmo falência.

Um futuro que continuou a parecer negro, quando as coisas começaram a abrir, mas os estúdios continuaram a apostar em modelos de lançamento híbridos, com os filmes a chegar aos serviços de streaming, e às salas de cinema ao mesmo tempo. É que as salas de cinema precisam de algo muito simples para sobreviver… Exclusividade! Se os filmes estiverem disponíveis noutras plataformas, para que a deslocação ao cinema? 

Cinema 120FPS

Pois bem, a história começou a mudar, e o futuro parece agora muito mais brilhante!

À medida que as salas de cinema começaram a abrir, e que os filmes começaram a aparecer na tela, a história começou a mudar. Afinal de contas, nos últimos meses, muitos estúdios voltaram a fazer novos negócios, ou a renovar os antigos acordos com este mundo. Estamos a falar de cadeias gigantes como a Cineworld, Cinemark e AMC, para voltarem a ter do seu lado, a sempre tão desejada exclusividade.

Um exemplo disto mesmo é um acordo entre a AMC e a Warner Bros. Que garante um período de exclusividade em todo e qualquer filme lançado, de 45 dias. Uma mudança muito significativa relativamente ao modelo híbrido atual, que prevê lançamentos simultâneos.

É que aparentemente, em Hollywood, “apostar em lançamentos exclusivos às salas de cinema, é a melhor maneira de criar e manter grandes sagas de filmes”.

Em suma, verdade seja dita, ver um filme no cinema nunca é igual a ver um filme em casa. Existe sempre uma magia inegável na viagem, na compra das pipocas, e ir com a lanterna do telemóvel acesa à procura do nosso lugar. Mas muitos especialistas esperavam que o Streaming de filmes ficasse muito mais poderoso daquilo que aparentemente vai ficar.

Ademais, o que pensa sobre tudo isto? Partilhe connosco a sua opinião acerca deste tema nos comentários em baixo! Prefere ir ao cinema, ou ver tudo no conforto da sua casa?

mm
Nuno Miguel Oliveirahttps://www.facebook.com/theGeekDomz/
Desde muito novo que me interessei por computadores e tecnologia no geral, tive o meu primeiro PC aos 10 anos e aos 15 anos montei a minha primeira torre, desde aí nunca mais parei. Tudo o que seja tecnologia, estou na fila da frente para saber mais.

Mais deste autor

Relacionadas

Publicidadespot_img

Últimos artigos

NVIDIA decidiu aproveitar chips com defeito!

Nos últimos tempos, temos visto uma grande aposta no lançamento de placas RTX 3060 por parte da NVIDIA. Uma placa gráfica muito interessante, capaz...

Processador ‘limitado’? Sim! Mas o iPad mini 6 impressiona!

Muito provavelmente devido à crise de produção atual, a Apple foi obrigada a utilizar diferentes versões do SoC A15 Bionic, nas suas diferentes gamas...

Microsoft confirmou. TPM 2.0 é obrigatório! Até nas máquinas virtuais

O Windows 11 está mesmo prestes a chegar ao mercado, visto que a sua data de lançamento já foi antecipada do 11.11 para o...

Não perca nenhuma informação de última hora!

Registe-ne na Newsletter Leak e receba diariamente todas as informações no seu email!