COVID-19 está a atacar fortemente o mercado dos smartwatches

Todos os mercados estão a sofrer com a pandemia e o que era dado como garantido deixou de o ser. De facto, o mundo está virado do avesso e até mesmo as áreas que estavam em franca expansão, deixaram de crescer tanto. Ora a propósito disto a conhecida empresa de análise de mercado Counterpoint Research resumiu o último trimestre de 2020 ao nível do mercado dos smartwatches. Uma vez que este é o último trimestre do ano, o relatório inclui dados relativos ao conjunto do ano. Vamos então olhar para o impacto do COVID-19 no mercado dos smartwatches.

COVID-19 está a atacar fortemente o mercado dos smartwatches

mercado dos smartwatches

Assim, no quarto trimestre de 2020, o mercado de smartwatches diminuiu ligeiramente numa base anual. Assim, os analistas atribuem isto a uma nova onda da pandemia, que afetou negativamente as vendas. Em geral, o mercado cresceu apenas 1,5% ao longo do ano.

No entanto, nem todos os fabricantes sofreram o impacto dos fatores negativos da mesma forma. Assim, a Apple, líder de mercado, aumentou as transferências de 28,4 milhões de unidades em 2019 para 33,9 milhões de unidades em 2020, ou seja, em 19%. No final do quarto trimestre de 2020, a Apple detinha 40% do mercado. No ano anterior, a quota da Apple era de 34%.

mercado dos smartwatches

A Samsung está em segundo lugar no trimestre com 10%. No quarto trimestre de 2019, a quota do gigante sul-coreano foi de 9%. Para todo o ano de 2020, a Samsung enviou 9,1 milhões de dispositivos. Ou seja, cerca de 1% menos do que em 2019. No final do ano, a Samsung ocupa o terceiro lugar como refere o site GizChina.

O terceiro lugar no ranking trimestral pertence à Huawei. A quota da Huawei é de 8%, no quarto trimestre de 2019 foi de 9%. Em 2020, a empresa enviou 11,1 milhões de dispositivos, aumentando as transferências face a 2019, quando foram enviados 8,7 milhões de dispositivos, em 26%. Como resultado, no final do ano, a Huawei está em segundo lugar.

mercado dos smartwatches

Os cinco primeiros – tanto para o trimestre como para o ano – incluem também a BBK e Fitbit. No entanto, não há grande motivos de festa. O primeiro enviou 6,6 milhões de smartwatches num ano, o que é menos 9% em termos anuais, e o segundo – 5,9 milhões, o que é menos 4%. Trimestralmente, a Fitbit detém 7% do mercado, a BBK – 6%.

Gosta da Leak? Contamos consigo! Siga-nos no Google Notícias. Clique aqui e depois em Seguir.

Subscreva a newsletter Leak e tenha acesso diário aos principais destaques, ofertas e descontos nos parceiros Leak. Clique aqui

Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@leak.pt.

mm
Bruno Fonseca
Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Leia também